×

Ganância capitalista | Países mais pobres do mundo receberam apenas 0,2% das vacinas.

Seis meses após o início da vacinação pelo mundo, apenas 10 países concentram 75% das doses da vacina. Países mais pobres do mundo receberam apenas 0,2% das vacinas produzidas no mês passado.

sexta-feira 23 de julho | Edição do dia

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Com seis meses de vacinação iniciada no mundo, mais de 3,5 bilhões de doses foram aplicadas. Chama atenção porém nos dados divulgados pela OMS, Organização Mundial de Saúde, a discrepância na aplicação das doses.

Os países mais ricos do mundo concentraram a aplicação das doses. Enquanto alguns países já aplicaram sozinhos mais de 1 bilhão de doses, como a China, continentes inteiros, como o continente africano, não receberam 1,4% das doses totais aplicadas. Os países mais explorados pelo capitalismo, receberam ao todo somente 0,2% das doses de vacina, um número absurdo.

Após a China na sequência da aplicação estão as 418 milhões de doses na Índia e 339 milhões nos EUA. O Brasil aparece na quarta posição em números absolutos, com 128 milhões de doses aplicadas, equivalente a 17% da população atendida de maneira completa. Após isso vem a Alemanha, (87 milhões de doses e 48% da população atendida), Reino Unido (82 milhões de doses e 54% da população), Japão (74 milhões de doses e 23% da população), França (65 milhões e 42%), Turquia (64 milhões de doses e 26% da população) e Itália (63 milhões de doses e 45% da população).

A miséria capitalista e toda a sua ganância é capaz de relegar mais de 80% dos países do mundo em nome do lucro, provocando distorções como esta das vacinas. Esta distorção pode aumentar ainda mais com a perspectiva das aplicações de terceiras doses nos países considerados ricos, enquanto mais da metade dos países do mundo não teriam alcançado um número satisfatório de vacinados para as primeiras doses.

Leia também:"Diante da fome expropriar fábricas de alimentos e supermercados sob controle operário", diz Marcello Pablito




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias