×

Chacina do Jacarezinho | 5 meses depois, MP-RJ denuncia dois policiais por atuação na Chacina do Jacarezinho

Nesta quinta-feira (14/10), o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) apresentou denúncias contra 2 policiais que participaram da Chacina do Jacarezinho, em maio, quando a Polícia Civil matou 28 pessoas. No total, participaram da chacina cerca de 250 policiais.

sexta-feira 15 de outubro | Edição do dia

Manifestação no Jacarezinho após a Chacina de maio. (Foto: Divulgação/Rio de Paz)

Os dois policiais civis foram denunciados por participarem do assassinato de Omar Pereira da Silva. Um dos policiais foi denunciado por homicídio doloso, quando há a intenção de matar, por ter atirado contra Omar quando este já estava encurralado, desarmado e baleado. Os dois policiais foram denunciados também por fraude processual, por terem retirado o corpo de Omar do local do crime e por terem plantado armas com ele, para justificar o homicídio.

Apesar dos inúmeros casos de operações e de assassinatos por parte da polícia mesmo com a proibição de operações durante a pandemia, estes são os primeiros policiais denunciados desde que foi feita a decisão pelo STF, mesmo que não tenha sido cumprida. São, também, os primeiros policiais denunciados pela Chacina do Jacarezinho, onde participaram 250 policiais civis.

A Chacina do Jacarezinho foi a operação policial mais letal da história do Rio de Janeiro, onde a Polícia Civil matou 28 pessoas, com fortíssimos indícios de execuções em diversos casos. Por isso, o Esquerda Diário reafirma sua luta contra a instituição racista e assassina que é a polícia, e reivindica a punição para todos os policiais envolvidos em chacinas e assassinatos.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias