Sociedade

MEIO AMBIENTE

132 praias são atingidas por manchas de óleo em todos os estados do Nordeste

Projeto Tamar suspende soltura das tartarugas por causa de manchas que surgiram no litoral nordestino na última semana.

segunda-feira 7 de outubro| Edição do dia

Segundo relatório do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), desde o ínicio de Setembro foram confirmadas novas manchas de óleo no Nordeste. Das 132 praias afetadas, 11 delas estão em processo de limpeza, 74 ainda tem manchas visíveis e 48 estão livres da substância na areia.

Dentre os estados nordestino afetados estão: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.


Foto: Sergio Moraes / Reuters

Uma investigação inicial do Ibama aponta que as manchas são de petróleo cru e que as amostras têm a mesma origem, mas ainda não é possível afirmar de onde ele veio. Em nota, a Petrobras afirma que o material não é produzido pela companhia.

Nesta Segunda (7), César Coelho, engenheiro de pesca do Projeto Tamar suspendeu as solturas das tartarugas marinhas por causa das manchas de óleo que chegaram nas praias do litoral Norte da BA. A suspensão ocorre nas cidades de Conde e Jandaíra, onde teve as praias atingidas.

Leia também: O capitalismo destrói o planeta, destruamos o capitalismo

"A medida é desde quinta, quando identificamos uma grande quantidade de óleo. A gente não pode soltar porque não sabemos como está o comportamento do óleo do mar. Os filhotes são mais suscetíveis ao óleo. Se eles interagirem, eles morrem. Estamos adotando essa medida para que eles não morram. Não existe um prazo para voltar a soltar os animais. Para a gente começar a voltar com a rotina, precisamos esperar saber o que é, para começar a liberar", afirmou.

Sergipe entra em Estado de Emergência

O governo sergipano declarou o estado de emergência. Atualmente, Sergipe é considerado o estado mais afetado pelas misteriosas manchas de petróleo que vem fazendo estragos no litoral. Na noite de quinta para sexta-feira, a maré poluiu a costa norte do estado, afetando em particular as praias da Reserva Biológica Santa Isabel, no município de Pirambu, cerca de 50 quilômetros ao norte de Aracaju. A região, que vive basicamente do turismo, amanheceu com as praias repletas de manchas de petróleo.

No último sábado (5), funcionários do Projeto Tamar em Mangue Seco - a primeira praia baiana na divisa com Sergipe - encontraram o primeiro espécime morto devido ao óleo. Com a chegada das manchas mais para o sul do litoral nordestino, outras áreas reprodutivas das tartarugas são afetadas.

Um vazamento ocorrido no final de Agosto atingiu uma área de 4,5 hectares, causando a morte de animais e danos ambientais no município de Ipujuca, sul de Recife. Apesar da Petrobras publicar que o óleo vazado não atingiu o mar e seria mais leve que o encontrado nas praias, a refinaria responsável “Abreu e Lima”, segue sendo suspeita de uma ligação do novo incidente das com manchas de óleo nas praias nordestinas.

Este é mais um caso de desastre ambiental que se intensifica e se desenha nesse sistema capitalista. Ainda não se sabe ao certo qual é a proporção e quais serão suas consequências para quem sofre com a ganância das grandes grupos empresariais que sugam e exploração cada parte dos recursos naturais. É evidente que quem é atingido e sofre diariamente são os animais, a população e os trabalhadores.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar