www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Viernes 24 de Mayo de 2019
19:37 hs.

Twitter Faceboock
CRISE DO GOVERNO
Tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, renuncia ao cargo depois de preso
Esquerda Diário
Ver online

"Por questões de ordem práticas e legais, João Vaccari Neto solicitou seu afastamento da Secretaria de Finanças e Planejamento do PT", informou o Partido dos Trabalhadores em comunicado no qual expressou sua solidariedade para com o agora ex-tesoureiro e sua família.

O partido qualificou a detenção como "desnecessária e injustificada", uma vez que desde o começo das investigações, segundo o PT, Vaccari Neto sempre se colocou à disposição das autoridades para oferecer esclarecimentos e comparecer a uma delegacia quando fosse convocado para interrogatório.

"Reafirmamos nossa confiança na inocência de João Vaccari Neto, não só pela sua conduta à frente da Secretaria Nacional de Finanças e Planejamento, mas também porque, sob a égide do Estado Democrático de Direito, prevalece o princípio fundamental de que todos são inocentes até prova em contrário", acrescenta a nota.

O comunicado foi divulgado pela direção do PT depois de uma reunião de urgência e a portas fechadas entre o presidente do partido, Rui Falcão, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Reincidente

Não é a primeira denuncia de corrupção contra Vaccari. Ele já responde no estado de São Paulo a uma investigação por crime contra o sistema financeiro, no caso do Bancoop. O Bancoop era uma cooperativa de credito habitacional ligada ao sindicato dos bancários de São Paulo.

Segundo as investigações, dinheiro dos associados à cooperativa foram desviados e acabaram servindo para financiar as campanhas do PT. Muitos não receberam nem o imóvel nem o dinheiro de volta.

NO caso atual, da operação Lava a Jato, a gráfica do sindicato dos bancários teria sido usada como parte do esquema.

João Vaccari Neto: um símbolo do PT

Antes de ser diretor do Bancoop, de 2004 até 2010, e tesoureiro do PT, João Vaccari foi presidente do sindicato dos bancários de São Paulo entre 2000 e 2005. Não é um quadro qualquer. Funcionário do Banespa desde o final da década de setenta, Vaccari participou das lutas pela retomada do sindicato na década de oitenta.

Assim como outros presidentes do sindicato dos bancários, tal como Ricardo Berzoini ou Luiz Gushiken, Vaccari assumiu um papel importante na máquina administrativa petista. De sindicalistas, estes dirigentes se converteram em administradores de empresas, fundos de pensão, cooperativas de credito e passaram a cumprir um papel importante seja dentro do governo seja na estrutura partidária.

Um sindicalista que se torna operador de um sistema de corrupção que desvia dinheiro da Petrobras para financiar os partidos da base aliada. Um partido que se diz o Partido dos Trabalhadores, mas que governa a serviço dos empresários.

EFE/ED

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui