www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 25 de Agosto de 2019
14:36 hs.

Twitter Faceboock
GOVERNO ALCKMIN
Em ano de penúria na educação pública, Alckmin paga milhões a editoras amigas
Márcio Barbio
Ver online

Dados coletados pelo ESQUERDA DIÁRIO dão conta que em 2015, ano em que o Governo do Estado impôs 0% de reajuste salarial aos professores da rede, ocasionando grande perda ao poder de compra dos já aviltados salários, sem falar nos prédios em péssimo estado de conservação e nas centenas de pedidos de aposentadoria não apreciados, a empresa O Estado de São Paulo, recebeu R$ 1.173.910,43 dos cofres públicos paulistas, mais especificamente vindos da Secretaria da Educação, por meio da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE). Por sua vez, a empresa Folha da Manhã, dona do jornal Folha de São Paulo, recebeu R$ 1.163.610,83; a Abril Comunicações, que publica a revista Veja, foi beneficiada com R$ 557.600,40; e para a revista Época, da Editora Globo, foram pagos R$ 480.548,30.

Do valor nada desprezível de R$ 3.375.669,96 recebidos pelas empresas em questão, dos quais cerca de R$ 2,5 milhões possuem a genérica descrição de “renovação de assinaturas”, sem menção aos veículos a que se referem, às quantidades de exemplares ou aos prazos dos contratos, vale ressaltar uma curiosidade quanto a R$857 mil pagos a título de “serviços prestados”. (Infelizmente, não foram serviços funerários da nefasta política de educação pública de Alckmin e seus auxiliares.) Esse valor foi divido harmoniosamente entre o Estadão e a Folha, com pagamentos realizados em 15 de maio de 2015, quando cada um recebeu R$ 212.968,76. Dois meses depois, mais precisamente no dia 22 de julho, o Estadão recebeu a mesma quantia que no dia 15 de maio. Uma semana depois foi a vez de a Folha receber R$215.714,12, isto é, apenas R$ 50,84 a mais do que em maio.

De acordo com a página web da FDE, "entre suas principais atribuições estão: construir escolas; reformar, adequar e manter os prédios, salas de aula e outras instalações; oferecer materiais e equipamentos necessários à Educação; gerenciar os sistemas de avaliação de rendimento escolar; e viabilizar meios e estruturas para a capacitação de dirigentes, professores e outros agentes educacionais e administrativos, visando sempre a melhor qualidade do ensino e a aplicação apropriada das políticas educativas definidas pelo Estado".

Nós, professores e funcionários administrativos, que vivemos o dia a dia da escola pública paulista, sabemos da quantidade de grandes e pequenas fraudes, desvios e mau uso do dinheiro público. O ED tem realizado ampla cobertura do que já ficou conhecido como “Merendão do Alckmin”, escândalo de desvio milionário de dinheiro da merenda escolar, no qual vêm sendo apontados como envolvidos o presidente da ALESP, deputado estadual Fernando Capez; Nelson Marquezelli, deputado federal do PTB/SP; o assessor que responde pelo insólito apelido de “Moita”; Hermann, ex-secretário estadual de Educação; e número expressivo de prefeitos de diversas cidades paulistas.

A divulgação dos dados referentes aos gastos da FDE com os órgãos de imprensa escrita joga luz em mais uma faceta da administração tucana do Estado de São Paulo.

De nossa parte, temos insistido que somente uma comissão independente do governo estadual e da ALESP, agentes diretos da corrupção, e do Tribunal de Contas do Estado, que também se encontra envolvido até a raiz dos cabelos em denúncias de irregularidades, será capaz de ir até as últimas consequências nas investigações e punições. Pensamos que tal comissão deve ser composta por professores, funcionários, pais e alunos. Uma comissão que tenha amplos poderes para ter acesso a todos os documentos e quebrar os sigilos fiscais, bancários e telefônicos de todos os responsáveis. O ED seguirá a investigar, divulgar e exigir a punição a todos os envolvidos, como tem feito em relação a todas as denúncias que recebe.

Confira as informações obtidas no Portal da Transparência:reprodução

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui