www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 23 de Septiembre de 2020
09:16 hs.

Twitter Faceboock
URGENTE
Incêndio no Metrô de SP: o retrato do desmonte e precarização do governo Doria
Redação

Na madrugada desta quinta feira, recebemos recebemos informações e imagens do incêndio que ocorreu em um túnel do Metrô próximo à estação Brigadeiro.
Ainda não se sabe o que pode ter ocasionado o incêndio, mas por ser um local com acesso externo por grades, qualquer material que caísse na região poderia ter provocado o fogo.

Ver online

Conforme informação que recebemos, havia apenas um funcionário na estação Brigadeiro no turno noturno de ontem, 08/07. Essa vem sendo uma prática recorrente da empresa que, muitas vezes, deixa apenas um funcionário por estação por determinados períodos, o que é totalmente inconsequente com a vida dos trabalhadores e da população. Nos turnos da noite, já se tornou absolutamente comum a empresa forçar o funcionamento do sistema com apenas um trabalhador por estação, mas isso ocorre diariamente também durante a operação comercial do monotrilho, por exemplo. Da mesma forma que um único funcionário não teria auxílio caso necessitasse de socorro em qualquer situação de emergência, também é insuficiente para atuar em casos como este onde há necessidade de uma atuação urgente para evacuar trens e estações. Tanto é assim que, ontem, atuando mais uma vez com déficit no quadro, o único funcionário a serviço na estação Consolação no momento da ocorrência foi agredido durante a evacuação de um trem.

Confira os vídeos:

A situação de ontem deve servir de alerta. A empresa é responsável pela integridade física de cada trabalhador metroviário, assim como também de cada usuário do sistema. Ontem, não tivemos uma tragédia graças à atuação desses trabalhadores que, largados à própria sorte e em solidão na estação, tiveram que se desdobrar para evacuar os trens e as estações e colocar os passageiros em segurança.

Não é demais lembrar que são estes funcionários que se arriscam diariamente em situações como essa que estão sendo atacados pela empresa com corte no plano de saúde e em diversos benefícios, ao mesmo tempo que se mantém centenas de funcionários do alto escalão recebendo super salários acima do teto do governador do estado.

As trabalhadoras e trabalhadores metroviários vêm há muito tempo em campanha por mais contratações, alertando para os perigos que a falta de funcionários traz para a segurança de todos que usam e trabalham no metrô; falta esta que aumentou drasticamente durante o período da pandemia devido aos afastamentos necessários, mas sem nenhum tipo de plano emergencial de contratações para repor esse quadro já defasado.

O incidente também serve para que remarquemos um fato: não é nenhum funcionário do alto escalão, em seus home offices, que faz o Metrô funcionar, assim como não são os que fazem as fábricas, os hospitais, os laboratórios; são os trabalhadores dos "andares debaixo" que são capacitados a atender os usuários, zelar por sua segurança e atuar em situações de emergência como essa.

Segundo informações, a bancada de trabalhadores eleitos da CIPA da linha verde já solicitou uma reunião extraordinária com a empresa a fim de acompanhar de perto o ocorrido e, assim, poder tomar todas as providências necessárias quanto à saúde e segurança de todos que atuaram na situação. É inaceitável que a empresa continue colocando tantas vidas em risco para implementar seus projetos privatistas, que vai desde cortar salários e benefícios até reduzir ao limite o número de trabalhadores, que são os únicos que fazem, de fato, o sistema metroviário funcionar.

Nós do Esquerda Diário e Movimento Nossa Classe nos solidarizamos com cada um dos trabalhadores que estiveram atuando na ocorrência da noite de ontem e em todas as outras que ocorrem diariamente e voltamos dizer:

Nenhum direito a menos aos trabalhadores metroviários! Nenhum corte aos trabalhadores essenciais!

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui