www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 20 de Octubre de 2020
12:28 hs.

Twitter Faceboock
RIO GRANDE DO SUL
Atacando direito de greve, Leite coage professores a aceitarem próprio corte de salário
Redação Rio Grande do Sul
Ver online

Em mais uma demonstração de truculência com os educadores gaúchos, o governador Eduardo Leite coage os professores grevistas a aceitarem, individualmente, um corte de salário "parcelado" nesse início de ano.

Não bastassem os ataques ao magistério contidos no pacote de Eduardo Leite e os sucessivos parcelamentos e atrasos salariais da categoria, agora o tucano coage os professores em negociação individual. Cada professor grevista recebeu nesse início de semana, no site da seduc, uma mensagem onde o professor pode "aceitar" o seu próprio corte de salário. Trata-se de um absurdo sem tamanho, onde o governo, dessa forma, coage os professores a legitimar tamanho ataque. Parcelam-se os salários há anos, agora querem parcelar até o desconto em folha, com uma armadilha feita para constranger os professores a legitimarem um absurdo desses.

O corte de salário em caso de greve é ilegal na medida em que coage o trabalhador a voltar a trabalhar, sem nenhum acordo com o governo. Uma medida autoritária que visa minar o movimento grevista e atacar o legítimo direito de greve dos professores. Veja abaixo uma imagem da coerção feita pelo governo:

A categoria fez uma forte greve no final do ano passado contra o pacote do governador que visava, entre outras coisas, destruir o plano de carreira do magistério, atacar benefícios e também atacar o legitimo direito de participar de assembleias da categoria.

Assim como seu antecessor, Sartori, Leite que descarregar a crise econômica nas costas dos professores e servidores de modo geral. Não podemos pagar por essa crise criada por eles, os grandes capitalistas é quem devem pagar. Ao mesmo tempo, não podemos confiar na justiça, como a direção do CPERS vem fazendo, ela já se mostrou estar do outro lado mais de uma vez. É preciso confiar apenas em nossas próprias forças para impedir esse ilegal corte de ponto e o conjunto dos ataques.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui