www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 21 de Octubre de 2019
18:18 hs.

Twitter Faceboock
Holiday quer CENSURAR o teatro em SP e acabar com o fomento
Redação

Em projeto de lei publicado nesta sexta-feira (02/08) no diário oficial, Fernando Holiday vereador pelo DEM em São Paulo e integrante do MBL, defende uma enorme burocratização e redução dos recursos para o fomento na cidade São Paulo, além de propor censura ao condicionar ao fomento o julgamento de qualquer grupo que defenda alguma “corrente ideológica”.

Ver online

É escandalosa a proposta do vereador, que se apoia no discurso da extrema-direita de Bolsonaro para precarizar ainda mais a vida dos trabalhadores da cultura e impor uma censura em prol do fortalecimento da ideologia da direita que defende. O projeto de lei faz coro com o enorme ataque ideológico orquestrado pela extrema direita e sua representatividade dentro do governo Bolsonaro, expressos claramente nos ataques a ANCINE e à FUNARTE.

Saiba mais: Bolsonaro ameaça extinguir a Agência Nacional de Cinema (Ancine)
Bolsonaro quer fazer da Funarte órgão de propaganda e indica Roberto Alvim para direção

O ataque ideológico que se dá através dos aparatos culturais não está nem de longe desligado do conjunto dos ataques que o governo Bolsonaro orquestra para a juventude e a classe trabalhadora, nem um pouco desligado da reforma da previdência e do projeto FUTURE-SE. A guerra ideológica que se expressa na tentativa de controle das produções artísticas, na censura, é mais uma ferramenta de controle de setores críticos ao governo. Com a intenção de travar qualquer tipo de manifestação que se coloque contra o governo, este ganha pontos na correlação de forças e pode aumentar o número e a quantidade de ataques direcionados aos trabalhadores.

Pode te interessar: Com anúncio do “Future-se” e novos cortes na educação qual a saída para juventude?

Num cenário de crescente desemprego e aumento drástico da carestia de vida o ataque a cultura se coloca como essencial para conter o desenvolvimento do senso crítico de uma população que vê dia a dia suas condições de vida piorarem. O plano do governo é nefasto e não está desligado, não tem ponto sem nó. O projeto de lei de Holiday é a ponta do iceberg de todos os ataques direcionados a juventude aos trabalhadores e a qualquer setor que se proponha pensar criticamente o governo.

Nós do Esquerda Diário repudiamos qualquer expressão de CENSURA e nos colocamos veementemente contra os ataques direcionados aos trabalhadores da cultura.

Leia também: Bnegão declara após censura: “Estão tentando transformar [o Brasil] em um Estado policial"

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui