www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 21 de Octubre de 2019
19:47 hs.

Twitter Faceboock
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Comissão da reforma da previdência dá R$ 83 bi a ruralistas enquanto destrói aposentadorias
Redação

A Comissão Especial da Reforma da Previdência aprovou entre os seus destaques a isenção de impostos ao agronegócio dando de presente R$ 83 bilhões aos ruralistas enquanto que obrigar os trabalhadores a trabalhar até morrer.

Ver online

Na madrugada dessa sexta-feira, 5, foi aprovada na Comissão Especial da Câmara a proposta da reforma da previdência que agora seguirá para votação em dois turnos no plenário da casa parlamentar.

Entre os destaques votados pela comissão, um dos mais absurdos foi o presente de R$ 83 bilhões para o agronegócio, em um destaque ao relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB) que foi imposto pelo lobby da bancada ruralista.

É isso mesmo: enquanto querem obrigar os trabalhadores agrícolas a trabalhar até a morte, a comissão especial aprovou por 23 a 19 a manutenção (que já existe atualmente) da desoneração de impostos previdenciários sobre a exportação agrícola. Essa arrecadação da qual o agronegócio foi isentado representa um custo de cerca de R$ 83 bilhões nos próximos dez anos.

O governo Bolsonaro, grande defensor dos crimes dos ruralistas, mostrou mais uma vez sua benevolência com o setor por intermédio do secretário especial da Previdência e trabalho, Rogério Marinho. Longe de dizer que irá trabalhar para que essa isenção seja revertida, o que o membro do governo disse foi: "O texto que foi apresentado é o que nós gostaríamos que fosse aprovado, mas entendemos que dentro de um processo de discussão no legislativo haveria, naturalmente, a supressão de temas, o acréscimo de outros, o aperfeiçoamento do projeto como todo. É o que estamos vendo aqui".

A isenção desses impostos não foi a única "mamata" garantida aos milionários capitalistas do agronegócio: além disso, foi mantida a possibilidade de parcelamento ou mesmo a anulação do pagamento de dívidas fora da folha de pagamento, entre as quais as do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). Ou seja, mais um ataque que atinge diretamente a aposentadoria dos trabalhadores rurais para garantir os astronômicos lucros dos seus patrões.

Assim, contrariando toda a mentira das propagandas do governo e da mídia patronal, vai se mostrando a cada dia que a reforma da previdência tem apenas um alvo: os trabalhadores; enquanto isso preserva e garante todos os lucros dos capitalistas. Também fica claro que a "austeridade" não é para os patrões, mas para o povo pobre e os trabalhadores.

Veja também Reforma da previdência de Bolsonaro GARANTE privilégios. Conheça 6 fatos que provam isso

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui