www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 21 de Octubre de 2019
18:18 hs.

Twitter Faceboock
GOVERNO BOLSONARO
Bolsonaro encerra equipe de técnicos que identifica ossadas de mortos na Ditadura Militar
Redação

O presidente Jair Bolsonaro, um convicto admirador de torturadores da Ditadura Militar como o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, assinou um decreto que extingue conselhos e estabelece limitações para a participação popular, e com isso também irá encerrar os trabalhos do grupo de técnicos que analisam as ossadas encontradas em Perus, onde há várias valas clandestinas de desaparecidos políticos durante o périodo militar.

Ver online

O Decreto 9.759, assinado por Jair Bolsonaro (PSL), que extingue conselhos e estabelece limitações para a participação popular, vai encerrar a atividade do Grupo de Trabalho Perus, que é responsável pela análise de ossadas das valas clandestinas do cemitério de Perus, descobertas em 1990, sendo muitas delas de desaparecidos na ditadura militar.

Para a procuradora regional da República e presidente da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, Eugênia Gonzaga, é necessário que seja instituído “de outro modo o que está previsto. É uma maneira mais burocrática para dar continuidade”. E a atividade do Grupo de Trabalho não pode parar.

Esse Grupo tem trabalhado desde 2014 na identificação de vítimas dos crimes políticos da ditadura militar e é responsável por analisar 1.047 ossadas retiradas dessa vala localizada na Zona Norte de São Paulo. Além dos mortos pela ditadura militar, especula-se que também há pessoas vítimas de chacinas.

O reacionário Jair Bolsonaro que, em sua atuação parlamentar, já criticava a busca pelos desaparecidos está, nesse momento, implodindo esse sistema de identificação, ação consonante com os demais pronunciamentos desse presidente que saúda a ditadura militar e seus torturadores. O que pretende com isso é abafar um trabalho que ilustra o saldo desse período de ditadura que resultou em muitas prisões, perseguições, torturas e assassinatos, para que se distancie do imaginário da população em geral.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui