www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 23 de Octubre de 2019
23:41 hs.

Twitter Faceboock
PORTO ALEGRE
Tarifa de ônibus em Porto Alegre aumentou mais que o dobro da inflação em 25 anos
Redação Rio Grande do Sul

Segundo pesquisa da DIEESE, a tarifa do transporte coletivo em Porto Alegre subiu 1.170,27% desde 1994, no mesmo período, o reajuste dos rodoviários foi de 516,14% e a inflação 455,23%. Marchezan e os empresários do transporte mentem para a população para aumentar seus lucros.

Ver online

Todos os anos em Porto Alegre a ladainha da prefeitura e dos empresários do transporte é a mesma: dizem precisar extorquir a população para continuar operando, sempre dando a desculpa do reajuste dos rodoviários e da inflação. Entretanto, uma pesquisa da DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos trouxe à tona dados reveladores nesta segunda-feira (18).

Os dados apurados revelam que a tarifa do transporte coletivo em Porto Alegre subiu 1.170,27% desde 1994, no mesmo período, o reajuste dos rodoviários foi de 516,14% e a inflação 455,23%. Os fatos não correspondem ao discurso de Marchezan e da máfia dos transportes de Porto Alegre, que oferecem um serviço cada vez mais precário com aumentos absurdos todos os anos, e que além disso super-exploram seus funcionários com escalas de trabalho abusivas e baixos salários.

Tais dados surgem em meio a uma grande polêmica em torno da tarifa. Começou com o pedido das empresas para aumentar a tarifa de R$4,30 para R$4,78, que foi respondido pela EPTC com a proposta de R$4,70 encaminhada para avaliação do Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu). O aumento de R$4,70, o qual já não era segredo que seria acima da inflação, fica ainda mais revoltante ao ser incorporado no quadro de aumentos acimda da inflação dos últimos 25 anos.

A situação ficou mais feia com o bizarro deboche de Marchezan com a população de Porto Alegre no twitter, comemorando o aumento de 40 centavos como se fosse uma redução em relação a sua expectativa de aumentar para R$5,15:

O prefeito playboy se coloca como fiel escudeiro dos interesses dos empresários do transporte, que obtém lucros milionários às custas da população de Porto Alegre há muitos anos. Além do deboche com o aumento da passagem, recentemente também acabou com a isenção para idosos com idade entre 60 e 65 anos.

As empresas alegam prejuízo com as operações, mas não revelam suas contas para provar isso. Quais os valores? Por que não revelam seus livros de contabilidade para comprovar seu “prejuízo”? Será que é porque não há prejuízo e querem apenas satisfazer sua ganância?

Para acabar com a farra da máfia das empresas de transporte de Porto Alegre e de Marchezan, é necessária uma solução dos trabalhadores, uma aliança entre os rodoviários, que operam e fazem o transporte funcionar, e o restante da classe trabalhadora e da juventude que dependem do transporte público para ir e vir. Um transporte acessível e de qualidade só pode ser conquistado com a estatização completa de todas as empresas de transporte sob gestão dos rodoviários e controle da população.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui