www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 25 de Septiembre de 2018
03:47 hs.

Twitter Faceboock
TEORIA
78 anos do assassinato de Trotsky pelo stalinismo: breves elementos de seu legado político
Gonzalo Adrian Rojas

“A tarefa estratégica da IV Internacional não consiste em reformar o capitalismo, mas em derrubá-lo. Sua finalidade política é a conquista do poder pelo proletariado para realizar a expropriação da burguesia. Entretanto o cumprimento desta tarefa estratégica é inconcebível sem a mais cuidadosa atitude em todas as questões da tática, mesmo as pequenas e parciais". (Leon Trotsky. O Programa de Transição, maio-junho 1938).

Ver online

Nosso ponto de partida é afirmar a relevância de recuperar o legado teórico de Trotsky, numa conjuntura mundial de aprofundamento da crise orgânica do capitalismo, fim de ciclo dos governos ditos "pós-neoliberais" e giro à direita na superestrutura política latino-americana.

É preciso recuperar Trotsky frente às propostas neoliberais, as tentativas de saídas pela ultradireita, as utopias neodesenvolvimentistas ou neokeynesianas que acreditam que é possível regular o capitalismo, num momento histórico no qual se abre um grande campo anticapitalista, que é o lugar de intervenção política do trotskismo, recuperando a perspectiva do marxismo revolucionário e do comunismo, com uma visão ofensiva do marxismo, como possibilidade de superação do capitalismo. Isto num contexto onde se articula de forma desigual e combinada crise econômica e crise política em ritmos diferentes por países, segundo sua própria formação econômico-social.

Trotsky foi, junto a Lenin, o mais importante teórico marxista do século XX, um dos principais dirigentes da Revolução Russa soviética de 1917, onde trabalhadores e camponeses russos, dirigidos pelo Partido Bolchevique, realizaram a revolução mais importante da história da humanidade.

Na Revolução Russa de 1905, Trotsky tornou-se presidente do primeiro soviet de Petrogrado, com apenas 26 anos.

Realizou inúmeros aportes teóricos ao marxismo e o leninismo, dentre os quais podemos destacar a Teoria da Revolução Permanente, mas também teorizou sobre outros grandes temas como: relações interimperialistas, sua relação com a economia e luta de classes, o surgimento do fascismo, a crítica implacável à política stalinista, os regimes bonapartistas “sui generis” nas semicolônias latino-americanas, revolução e contrarrevolução na URSS, sobre a guerra, redigiu com Lenin várias das principais resoluções da III Internacional e foi o fundador da Quarta Internacional, entre várias outras coisas.

Seu papel na organização do vitorioso exército vermelho quase a partir o nada, em luta contra os exércitos imperialistas e a oposição interna, permitiu a consolidação do Estado Operário soviético.

Sem dúvidas, Trotsky foi um dos mais importantes dirigentes da classe operária mundial, assim como Lenin, um teórico e dirigente da revolução, e sua tradição política e legado representa a verdadeira continuidade do marxismo revolucionário na época imperialista.

Foi assassinado em agosto de 1940, durante seu exílio no México por um agente stalinista, o espanhol Ramon Mercader. Segundo Perry Anderson, Trotsky foi o mais sofisticado analista político do período entre guerra do Ocidente, mais ainda que o próprio Antonio Gramsci.

Trotsky combateu a ascensão do Stalinismo, foi perseguido por este, mas elaborou importantes escritos sobre o fascismo, uma crítica ao Partido Comunista da Alemanha; fundou a IV Internacional, como já mencionado, e elaborou o Programa de Transição, assim como contribuições centrais em termos estratégicos e táticos à luta do proletariado. Também criticou de forma aguda as políticas do stalinismo na China, na França, na Alemanha e na Espanha.

Em termos teóricos e de prática revolucionária, Trotsky oferece nos dias atuais lições valiosas para a classe trabalhadora, em termos políticos e estratégicos.
Destacamos a importância de ler e divulgar a obra de Trotsky.

Aproveitamos a oportunidade para voltara a disponibilizar o vídeode uma conferência sobre Trotsky proferida por mim, desde Esquerda Diário, realizada em junho de 2016.

Consideramos que os 98 anos do assassinato de Trotsky pelo stalinismo, é preciso discutir e difundir o marxismo, a teoria de Trotsky, bem como sua prática revolucionária. Sempre importante retomar as contribuições deixadas por Trotsky, seu legado político e trazendo para a análise do cenário político atual e de como intervir na luta de classes, no sentido de construir uma sociedade sem exploradores, nem explorados, e para isso a necessidade da construção de partidos revolucionários a nível nacional e internacional, que para nós é a IV Internacional.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+(19) 981967381
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui