www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 16 de Enero de 2018
15:57 hs.

Twitter Faceboock
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Google se oferece a Temer para propagar mentiras em defesa da reforma da previdência
Jean Barroso
Ver online

O Google se ofereceu ao governo Temer para ajudar na propaganda à favor da reforma da previdência. A notícia foi divulgada pelo Blog de Lauro Jardim. Segundo ele, o Google se ofereceu para manipular os resultados de pesquisa segundo o perfil do usuário que usasse o sistema de buscas.

Por exemplo, um recebedor de pensão por morte que pesquisasse a reforma, receberia nos primeiros resultados da pesquisa, matérias mentirosas escondendo que a reforma liquida este benefício.

É mais uma ajuda para Temer, que conta com a ajuda de todos os meios de comunicação, de Silvio Santos à Globo, passando por quase todo jornal burguês, canal de TV, Igreja, etc, que envolva recebimento de dinheiro.

Temer está encontrando muitos problemas para aprovar a reforma da previdência, e o primeiro deles está em convencer a população de que todos precisamos trabalhar mais anos e ter a aposentadoria atacada profundamente, enquanto políticos corruptos vivem o maior luxo que se possa imaginar.

Por isso, uma pesquisa recente constatou que 94% dos brasileiros acha que os cortes deveriam ser feitos nos privilégios dos políticos e não nos direitos dos trabalhadores.

Temer, por sua vez, está de olho na plataforma do Youtube, que ganha de todos canais de televisão exceto a Globo, em audiência.

O Google demonstra desta forma, mais uma vez, à serviço de quem estão as grandes corporações do chamado "Vale do Silício", ou seja, as empresas ligadas a rede e a internet. Através da manipulação dos dados dos usuários da plataforma, pretendem vender isto em forma de serviço ao governo golpista, para mais facilmente manipular a opinião pública, se é que isto é possível, já que a reforma é tão odiada. O estranho em tudo isso é o silêncio das Centrais Sindicais, planejando aparecer só na data das eleições, e traindo a expectativa dos trabalhadores para que houvesse uma paralisação nacional ano passado, enquanto o governo tenta aprovar esta reforma já no início deste ano.

Diana Assunção, ex candidata do MRT pelo PSOL, comentou mais esta manobra em sua página de Facebook:

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui