www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 21 de Noviembre de 2017
05:22 hs.

Twitter Faceboock
PÃO E ROSAS E QUILOMBO VERMELHO
Mulheres negras contra o capitalismo: um chamado para construir o Quilombo Vermelho no dia 18
Pão e Rosas

Chamado do grupo de mulheres Pão e Rosas para construir o Quilombo Vermelho no dia 18/11.

Ver online

Malcolm X afirmava que não existe capitalismo sem racismo. Fundamental para o sistema não apenas para justificar a escravidão negra até o século XIX mas para manter subjugada um imenso exército de homens e mulheres herdeiros desses africanos sequestrados de suas origens. A afirmação de Malcolm X não poderia ser mais precisa.

A combinação entre o racismo, a opressão patriarcal e machista e o capitalismo faz com que hoje, no Brasil, uma mulher negra ganhe em média 60% a menos do que um homem branco. Em média, porque em alguns postos de trabalho essa diferença pode chegar a até 80% menos. Mais, são as mulheres negras as que mais sofrem violência doméstica e as que mais morrem vítimas de feminicídio. Os resquícios da escravidão e suas marcas sentidas pelos negros deste país ainda são gritantes e se expressam no imaginário racista da sociedade capitalista, onde as mulheres negras ainda são vistas como escravas, tanto do trabalho como da sexualização de seus corpos.

Nesse sistema suas vidas valem quase nada. Estão sujeitas a precarização do trabalho, a violência policial e a violência machista.

O Brasil é o maior país negro fora da África e carrega em sua história a infame marca de ser o último país a abolir a escravidão. É também o país com maior número de empregadas domésticas no mundo, mais de 7 milhões de mulheres, sendo cerca de 83% mulheres negras. As mulheres negras são maioria também entre as trabalhadoras terceirizadas, principalmente em trabalhos de limpeza e de asseio. Estão nos piores e mais precários postos de trabalho com os mais baixos salários.

Por isso, a luta contra o racismo precisa ser uma luta anticapitalista. Para isso, o grupo de mulheres Pão e Rosas junto ao MRT – Movimento Revolucionário de trabalhadores chama as mulheres negras a construir o Quilombo Vermelho. O lançamento será no dia 18/11 às 13 horas no Rio Pequeno (Zona Oeste de São Paulo).

Confirme presença no evento no facebook para que possamos construir uma força negra para lutar contra o machismo, o racismo e o capitalismo.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui