www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 20 de Agosto de 2018
07:40 hs.

Twitter Faceboock
EXPLORAÇÃO
Trabalhadores enviam mensagem em etiquetas da Zara denunciando exploração
Redação

Nas etiquetas trabalhadores denunciaram que estavam há meses sem receber salário.

Ver online

Trabalhadores turcos de uma das fornecedoras da Zara, empresa multinacional do ramo da moda que pertence ao grupo espanhol Inditex, após meses sem receber salário colocaram mensagens nas roupas dentro de uma loja em Istambul denunciando a exploração que sofriam, segundo a agência de notícia Associated Press em matéria divulgada pela Elle. "Eu fiz este item que você está prestes a comprar, mas eu não fui pago por isso", diziam as etiquetas.

A etiqueta apontava que eles eram funcionários de uma empresa chamada Bravo, que fechou do dia para a noite, devendo três meses de salário. Essa condição é recorrente no capitalismo, em tempos de crise torna-se cada vez mais frequente grandes fábricas decretarem falência deixando milhares de trabalhadores desempregados sem receberem os meses de salários atrasados.

Não é a primeira vez que a marca aparece envolvida em escândalos envolvendo situações como essa. Em 2014 pedidos de socorro contra trabalho escravo foram encontrados em roupas da Zara na Europa. As mensagens diziam “fui forçado a trabalhar exaustivamente”.

No Brasil, a Zara foi autuada por empregar trabalho análogo a escravidão em sua produção. Em maio deste ano a marca recebeu uma multa de R$ 5 milhões por descumprir o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado em 2011 com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Casos como esse são recorrentes no Brasil, não apenas a Zara mas diversas marcas como Riachuelo, Marisa, Renner, M. Officer e muitas outras foram flagradas utilizando trabalho escravo em sua cadeia de produção. Isso não foi o bastante para chamar a atenção do governo para o problema. Este ano Michel Temer atendeu a pressão de empresários e da bancada ruralista para flexibilizar a legislação contra o trabalho escravo no Brasil, dificultando seu combate e fiscalização.

Veja mais em: http://www.esquerdadiario.com.br/Governo-ignorou-MPF-sobre-recomendacao-contra-trabalho-escravo

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui