www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 23 de Octubre de 2017
01:22 hs.

Twitter Faceboock
RIO DE JANEIRO
Depósito de carvão no Rio tem pessoas trabalhando como escravos
Juan Dias
RIO DE JANEIRO
Ver online

O capitalismo no Brasil mostra que se precisar vai se utilizar até do trabalho escravo para garantir manter altos os seus lucros. Não estamos falando do século XIX, mas do Brasil, em pleno século XXI, mais especificamente em Padre Miguel na cidade do Rio de Janeiro.

A denúncia apareceu no RJTV graças a que a população se organizou e moradores das proximidades denunciaram os abusos criminosos da empresa. O depósito foi interditado pela Delegacia de Meio Ambiente na manhã da quarta-feira (11). O depósito é propriedade da empresa “Pinga Fogo Comércio Varejista de Carvão Vegetal” e tem “empregados” 20 funcionários. Logicamente sem carteira assinada e recebendo salários de R$280 mensais pois recebem R$0,70 por cada saco de 3 quilos de carvão.
As condições de trabalho é claro são das piores que poderia se imaginar. As máscaras são enfeite e não filtram o ar. Os trabalhadores cospem carvão o dia inteiro, respiram carvão. Os equipamentos para filtrar e ventilar o ar retirando a poeira não funcionam no depósito.

O delegado que interditou o local afirmou que “Nós encontramos funcionários trabalhando em condições insalubres, quiça até, análogas a escravos aqui. Falta material para ela, o local onde ela tem que ficar é bem ruim, o carvão está num local sem qualquer tipo de refrigeração que possa arejar isso aqui, isso pode pegar fogo e comprometer a vizinhança aqui”.

A situação de precariedade em que vivem esses trabalhadores é o motivo pelo qual aceitam esse trabalho em condições de escravidão. com a reforma trabalhista esse tipo de situaçãoes vai tender a aumentar. Mais trabalho informal, mais condições precárias e menos direitos para os trabalhadores no Brasil do Temer.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui