www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 23 de Octubre de 2017
01:21 hs.

Twitter Faceboock
FURAÇÃO IRMA
"Saiam da Florida, suas vidas correm perigo" diz o governador: tragédia em preparação
Daniel Andrade

Já foram contabilizadas dezenas de mortos no Caribe. O furação agora ruma aos EUA. Ao contrário de organizar as condições para diminuir o dano e preservar as vidas, o governador da Florida, Rick Scott, emitiu comunicado que aumentou o pânico. O capitalismo prepara o aumento da tragédia natural.

Ver online

Foto: Furação Irmã na imagem de satélite da NOAA ontem à noite

O governador disse na televisão "Saiam da Florida, suas vidas estão em perigo". A entrevista em inglês pode-se ver abaixo. Logo após sua declaração todas avenidas e estradas se congestionaram, mercados tiveram seus estoques exauridos. E, como sempre, os mais pobres, sobretudo imigrantes e negros ficaram deixados a sua sorte tentando um abrigo nas cidades que sofrerão um impacto certeiro.

Nas primeiras horas da manhã de domingo o furacão tocará a Florida com ventos superiores a 200 km/h. Essa catástrofe natural, previsível, com hora e trajetória de impacto conhecidos se combinará a desorganização que o capitalismo produz deixando mais vulneráveis os mais pobres.

Depois de destruir várias ilhas no caribe, o furacão Irmã está passando nesse momento (11:30 do sábado) pelo norte de Cuba e ruma aos Estados Unidos. Depois de ser reclassificado como "categoria 4" o furacão voltou à "categoria 5" em Cuba e é possivelmente o maior furação já registrado.


Foto da NASA/NOAA GOES Project, furação Irma passando por Bahamas e Cuba às 05:45, horário de Brasília

A destruição causada pela passagem de seu furiosos ventos arruinaram a ilha de Barbuda que ainda sofrerá a passagem do furacão José nos próximos dias.


Destruição na ilha de Barbuda, onde se estima que 90% dos edifícios foram destruídos. Fonte: ABS

No acompanhamento de satélite, mostrado ontem pela revista "Time", pode-se ver o furação Irma rumando à Florida e o Furação José passando ligeiramente ao leste do traçado do primeiro, mas que deve atingir novamente Barbuda, Porto Rico, Bahamas. No México, atingido por um terremoto histórico, se vê o furacão Katia, menor que os outros dois.

Na Florida onde o poder de devastação do furação Irma será sentido em cheio o imperialismo comemora uma ligeira mudança do ângulo de entrada da tempestade fazendo que seu olho toque um parque nacional e não o centro de Miami.

Mesmo assim se espera uma imensa destruição. O mais poderoso imperialismo do mundo não tem uma resposta organizada, só demanda que a população fuja. Já vimos nono Furacão Harvey que afetou o Texas que ficam para trás. Há denúncias de presos que tiveram que matar sua sede bebendo água das privadas, ficando dias abandonadas e trancafiados, como mostrou essa entrevista do Left Voice, da rede internacional de diários Esquerda Diário.

Enquanto Trump e seu entorno se dizem preparados para a tormenta, os pobres são deixados para trás para sofrerem o impacto que o capitalismo aumenta de uma tragédia natural. Ao governo não importam as vidas de dezenas de milhares de pessoas. Os setores mais empobrecidos, negros, imigrantes latinos, trabalhadores rurais da Florida são os que mais pagarão pela devastação, tendo menores recursos para escapar das consequências do furacão.

Sem nenhum plano, mesmo com a posse dos imensos recursos produzidos pelos trabalhadores e reservados às mãos do Estado, o grande capital e os altos empresários juntos a Trump não se importam com o destino dessas pessoas: apenas se preparam para realizar grandes lucros com a reconstrução das localidades do sul golpeadas pelo fenômeno climático.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui