www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 27 de Junio de 2017
00:33 hs.

Twitter Faceboock
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Escândalo com Temer põe em xeque aprovação da reforma da Previdência no primeiro semestre
Redação

A menina dos olhos do governo golpista e um dos maiores ataques aos trabalhadores do país, a reforma da Previdência, encontra-se em xeque bem como o próprio Temer. A partir do escândalo que está sacudindo o país desde ontem à noite com a delação de executivo da JBS que gravou Temer dizendo que haveria que pagar pelo silêncio de Cunha, as dúvidas sobre a continuidade do governo não param de aumentar. E com elas o questionamento sobre a viabilidade da aprovação da reforma da Previdência. Integrantes da própria equipe econômica do golpista Temer já descartam que essa seja aprovada, pelo menos no primeiro semestre desse ano.

Ver online

O jornal “O Globo”, o mesmo que vazou a delação da JBS, afirmou que o clima entre os técnicos é de “perplexidade e frustração”. Isso por que Temer esperava aprovar esse ataque aos trabalhadores no plenário da Câmara ainda no dia 29 desse mês. De fato, Temer não estava poupando esforços em acabar com a Previdência dos trabalhadores. Somente hoje tinha agendada cerca de 20 conversas com parlamentares para barganhar a aprovação do ataque. Mas o escândalo que o envolve obrigou a que deixasse de lado essa agenda, e ainda se espera que haja uma declaração pública do golpista sobre sua tenebrosa situação.

De acordo com a fonte não revelada pelo Globo, está claro que existe uma profunda crise institucional no país, e não deve haver mais possibilidade de que se votem as reformas, pelo menos até que a situação se defina de alguma forma. A paralisação da agenda de ataques foi confirmada pelo presidente da comissão especial da reforma, Carlos Marun do PMDB-MS, e outros apoiadores no Congresso.

Frente a essa situação é fundamental que os trabalhadores e a juventude aprofundem sua mobilização, começando pelas marchas do dia de hoje e seguindo na marcha para Brasília, para impor uma greve geral até que caia Temer. Essa luta deve abrir caminho para uma Constituinte Livre e Soberana, que impeça que outros políticos da burguesia, como Rodrigo Maia assumam o poder. Uma Constituinte Livre e Soberana é a via para que se revertam todos os ataques aos trabalhadores e à juventude, e para acabar com os privilégios dos políticos, e impor que todos ganhem o mesmo salário que uma professora, e sejam revogáveis e julgados por juris populares.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui