www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 30 de Abril de 2017
17:43 hs.

Twitter Faceboock
JANTARES CONSPIRATIVOS
Após 15M temer dá jantar luxuoso para conspirar contra a previdência
Ítalo Gimenes
Campinas
Ver online

Na quarta-feira dessa semana, dia 15, marcado por inúmeras paralisações e manifestações protagonizadas pelos trabalhadores contra a reforma da previdência, Temer convida a bancada do PMDB para um jantar conspirativo: reorganizar a base do governo para a aprovação da Reforma da Previdência. Um banquete luxuoso utilizado por Temer e os políticos para brincar de jogos de poder com o direito a aposentadoria de milhões de trabalhadores e jovens.

Com a base do governo abalada, ainda mais após o 15M, que deu voz até mesmo para Renan Calheiros (AL) criticar a forma como a Reforma da Previdência vinha sendo encaminhada, Temer precisou mais que os R$800 milhões para comprar o apoio dos deputados, recorrendo a sua tática bajuladora dos jantares pomposos e fartos de comidas e bebida.

Na mesma noite, o ministro do STF, Gilmar Mendes, preparou outro jantar, cujos convidados de honra foram políticos investigados na Lava-Jato, de modo a conspirarem uma forma de anistiarem seus crimes de caixa 2, assim como farão para facilitar (ou seja, tornar ainda mais antidemocrática) a aprovação de uma reforma política que consiga sanar a crise política, que promete se agravar em função do 15M, além de tornar o regime político ainda mais restritivo às organizações de esquerda.

Impunidade aos corruptos e reforma política restritiva à esquerda. Duas medidas que, combinadas à compra milionária de apoio da base do governo Temer, visam o objetivo comum de preservar a casta política e sanar a crise política que assombra a burguesia desde o governo Dilma, criar um terreno favorável no Congresso para que a Reforma da Previdência não tenha mais delongas para ser aprovada.

A própria estadia de Temer no governo depende principalmente da aprovação dessa reforma, um dos principais objetivos dados a ele pelo projeto golpista da burguesia, dos empresários e banqueiros, que o deram a cadeira de presidente ilegítimo. Caso falhe nessa missão e não consiga combinar uma forma de garantir sua impunidade perante os encaminhamentos recentes da Lava-Jato, é a sua cabeça que cai para dar lugar a alguém que consiga cumprir essa missão.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
Subscreva-se com uma mensagem de Whatsapp por seu celular
+55 (11) 9630-2530
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui