Gênero e sexualidade

8 DE MARÇO RIO DE JANEIRO

Vice-Reitoria Comunitária da PUC-Rio censura cartazes do 8 de Março

terça-feira 7 de março| Edição do dia

Na segunda-feira (6), as alunas da PUC-Rio do Coletivo de Mulheres e do movimento OCUPA PUC panfletaram e distribuíram cartazes e folhetos pelo campus da universidade para uma convocatória geral dos estudantes, professoras e funcionárias para a greve internacional das mulheres no dia 8 de Março.

Ao chegarem na PUC-Rio pela manhã para dar continuidade à convocatória, colando e distribuindo novos cartazes, as estudantes que compõem o Coletivo de Mulheres, notaram que os cartazes haviam sido retirados a mando da Vice-Reitoria Comunitária.

A ordem expressa da Vice-Reitoria, segundo eles, derivam de uma ordem burocrática de que todo e qualquer cartaz que precise ser fixado nas paredes do campus precisa ter a autorização da CACC (Coordenação de Atividades Comunitárias e Culturais). E fica a cargo desse órgão a liberação de quantos dias o cartaz poderá ficar fixado e se autoriza ou não a exposição do conteúdo dentro da universidade.

Essa é uma maneira de censurar o movimento estudantil da PUC-Rio, pois é um descabimento essa instituição determinar o tempo que determinado conteúdo político pode ficar expresso fisicamente na universidade; e é um atentado ainda mais a liberdade política órgãos ligados a essa burocracia institucional determinar o conteúdo político que pode circular no campus universitário.




Tópicos relacionados

Universidades Privadas   /    Censura nos debates   /    Universidade   /    Gênero e sexualidade   /    Juventude

Comentários

Comentar