HISTORIA DA CLASSE TRABALHADORA NO Brasil de 1964-1981/ Parte 2 de 3 /

Uma reflexão sobre o golpe eleitoral de Bolsonaro e o golpe militar de 1964

Gilson Dantas

Brasília

quarta-feira 26 de dezembro de 2018| Edição do dia

Abaixo, temos o vídeo da segunda parte [de três] da aula realizada em 21/11/2018, na UnB, com o tema da História da classe trabalhadora no Brasil de 1964 a 1981.

Fundamentalmente, o curso, de conjunto, procura tirar lições estratégicas e programáticas dos eventos históricos.

E nesta segunda parte, o debate começa pela questão do que fazer no segundo turno das eleições viciadas pelo judiciário e que deram a cadeira presidencial ao grupo Bolsonaro. Discute-se a questão da “frente democrática” levantada pelo PCB em 64, em comparação com uma frente similar levantada pelo PT e praticamente toda a esquerda de visibilidade [PSOL, PCB etc] em torno do “democrata” Haddad. Uma frente acrítica, de puro apoio eleitoral e totalmente limitada ao teto do programa do PT.

Na palestra é feita a crítica a esse tipo de estratégia de conciliação de classe que somente pode conduzir a derrotas.

Também se discute a trajetória do movimento sindical. E o comportamento da direita quando o regime entra em decomposição política e a esquerda deixa o espaço vazio para as sinistras iniciativas que a direita necessariamente toma.

A potência do proletariado brasileiro em criar dois partidos de base operária [PCB e PT] é examinada, assim como a dificuldade secular em construir uma esquerda com independência política de classe em relação aos partidos e movimentos patronais.

Caso lhe interesse [lembrando que a parte final será divulgada no Esquerda Diário em seguida]:
[Imagem: site bibissexto.com.br]




Tópicos relacionados

História do Brasil   /    Movimento Operário   /    Lula   /    Ditadura militar

Comentários

Comentar