Sociedade

DOSSIÊ DIA DA MULHER NEGRA, LATINA E CARIBENHA

Um quarto da população brasileira vive com R$387 por mês, 64% são mulheres negras

Estudo divulgado pelo IBGE aponta que hoje no Brasil um quarto da população vive com menos de R$387 por mês. A situação de maior vulnerabilidade acomete às mulheres negras, solteiras e com filhos de até 14 anos.

quarta-feira 25 de julho| Edição do dia

Uma pesquisa feita pela Síntese de Indicadores Sociais (SIS) e divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que 52,1 milhões de brasileiros, isto é, um quarto da população, vivem em situação de pobreza. Os dados foram recolhidos nos anos de 2016 e 2017 e ainda não há pesquisa atualizada, porém é alarmante o nível alto de pessoas que têm renda domiciliar per capita de R$ 387 por mês.

O estudo comprova que são os negros e as mulheres os que mais sofrem com a pobreza no Brasil, em que 64% das pessoas em tal situação são mulheres negras, solteiras e com filhos. Além disso, são essas mulheres negras com filhos e sem cônjuge que representam também 81,3% das pessoas com restrição de acesso a pelo menos um direito analisado (educação, proteção social, moradia adequada, serviços de saneamento básico e internet). Em relação à restrição de acesso a pelo menos um dos tais direitos analisados, o estudo aponta que 64,9% da população total do Brasil passa por isso.

Não dá mais! A situação de pobreza no Brasil cresce com a crise vivida hoje pelo país. Cada vez mais pessoas morando na rua, crianças com direitos básicos negados, imensa quantidade de desempregados. A crise atual do capitalismo joga trabalhadores e jovens na extrema miséria, enquanto pouquíssimas famílias abastadas acumulam as riquezas e garantem seus privilégios.




Tópicos relacionados

Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha 2018   /    negras e negros   /    Mulheres   /    mulheres negras   /    Questão Negra   /    Mulher   /    Sociedade   /    Movimento Negro   /    Negr@s

Comentários

Comentar