Educação

USP EM GREVE

USP em greve: todos ao ato na reitoria!

Trabalhadores e estudantes realizarão amanhã um ato em frente à reitoria. Todos ao ato, somando e se solidarizando, para barrar os ataques e conquistar suas demandas contra a Reitoria e a burocracia acadêmica!

quarta-feira 20 de junho| Edição do dia

Esta semana é decisiva para os trabalhadores da USP que permanecem em greve, contra os ataques da Reitoria e da burocracia universitária. Na última assembleia, aprovaram uma série de pautas para a reunião de negociação com a Reitoria que acontecerá amanhã.

Em assembleia geral dos trabalhadores, decidiu como eixos prioritário o pagamento imediato dos dias de greve de 2016, conforme decisão judicial. Esse eixo é fundamental para a unidade dos trabalhadores, frente os ataques que virão da Reitoria.

Além disso, também defendem a não punição aos lutadores da greve em curso. Outras pautas específicas também será levada é a contratação via concurso público de trabalhadores para o Hospital Universitário e Centro Saúde Escola, reajuste dos benefícios (vale alimentação e vale refeição) e pelo fim do assédio moral e sexual na USP.

Enquanto ataca a universidade pública, desmonta o hospital universitário, avança na terceirização e arrocha os salários dos funcionários, o alto escalão da reitoria comemora a aprovação do aumento do teto que os beneficia.

O ato terá início às 10 horas na frente da Reitoria, na Cidade Universitária. Os trabalhadores votaram também se incorporar ao ato dos estudantes, que se inicia às 13. Estudantes também encontram-se em greve levantando a importante pauta da permanência estudantil com negociação marcada para as 14 horas.

Ainda a escolha do horário da negociação às 17 não é aleatório por parte da Reitoria e da burocracia acadêmica, que aplica várias táticas para desmobilizar os trabalhadores.

É fundamental total tensionamento para a construção de um fortíssimo ato buscando construir a mais ampla unidade entre trabalhadores, professores e estudantes , para poder barrar todos os ataques da Reitoria contra a universidade pública, aos trabalhadores e estudantes.

Clique aqui e veja o evento no Facebook!


Todos ao ato-assembleia amanhã! Juntos contra os ataques de Vahan!




Tópicos relacionados

Hospital Univeristário da USP   /    SINTUSP   /    Luta contra ajustes na USP   /    Educação   /    USP   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar