Educação

UNIFIEO

UNIFIEO: Alunos se preocupam com a recuperação da universidade e grande parte deles optam pela transferência

Embora os alunos participam das manifestações e apoiam os professores, grande parte já optaram pela transferência, alguns formaram conjunto para se matricularem em universidade que ofereça desconto para matricula coletiva.

sexta-feira 16 de dezembro de 2016| Edição do dia

Nessa sexta-feira a Reitoria publicou na intranet para todos os alunos que a responsabilidade do não pagamento do salário dos professores é da instituição parceira por voltar atrás com as negociações: "O Centro Universitário FIEO – UNIFIEO em 28.11.2016 foi surpreendido por um retrocesso nas negociações com instituição parceira, que impossibilitou prosseguir com o compromisso de dar cumprimento na quitação integral dos salários atrasados e causando muita frustração para toda a comunidade".

Também afirma que a Reitoria encaminhou ofício ao sindicato dos professores de Osasco e Região – SINPROSASCO, solicitando emprenho mútuo de solução de crise para suspender, ainda que provisoriamente, para darem encerramento ao semestre letivo, sem prejuízo ao corpo discente, mesmo com os professores estando com os salários atrasados, amparados pela referida medida judicial.

“Assim, a FIEO acredita que seja possível uma solução consensual para este momento de crise, a fim de que seja concluído o período letivo do segundo semestre de 2016, sem ferir o direito dos alunos e sem aulas e provas no mês de janeiro”, diz Reitoria em comunicado.

O Esquerda Diário nessa sexta-feira 16 de dezembro, entrevistou alguns alunos para entender o que eles acham disso:

“Eu ainda continuo na faculdade, porém, estou me preparando para o caso de uma possível transferência, a faculdade não comunica a respeito do que será feito para solucionar o problema. Como todos os meus colegas, estou aguardando até o mês de janeiro, se caso não houver nenhuma mudança ou transparência, sem pensar duas vezes mudarei de universidade. A minha grande preocupação, será a rejeição de outras faculdades, nem todas elas aceitas as grades de outras faculdades. ”. Evandro Ribeiro - Estudante de Administração

“Estou aguardando até o fim do semestre, ver se iremos concluir e dar sequência nos demais semestres. Conforme os boatos surgem, nós iremos concluir até janeiro, já estamos na metade de dezembro e a outra metade teremos feriados. Não consigo mais acreditar na Fieo, falta muito para eles saberem lidar com a situação”. Larissa Eugênio - Estudante de Administração

“Acredito que com tudo que esteja acontecendo, a melhor forma não é mudar de curso e sim esperar, por conta que a faculdade já está passando por momentos difíceis e os nossos professores são maravilhosos, excelentes, se não tiver alunos para continuar mantendo a faculdade, provavelmente a mesma irá fechar e esses professores que não estão recebendo, não terão possibilidade de receberem (...) apesar deles serem ótimos e conseguirem outra oportunidade. Sobre não concluir o semestre, acredito que isso nos deixa bastante desmotivados, deixa a gente muito triste, eu pelo menos estou desmotivada, mas eu acredito que quando isso tudo se resolver os professores darão um jeito, pois, na verdade ficamos apenas sem a P2 (prova de nº2), porque conteúdo nós tínhamos, porém por conta disso tudo não deu para expandir, mas acredito que isso tudo tem melhora, se a gente acreditar, tudo pode se resolver". Beatriz Santos - Estudante de Administração

"Na minha opinião, não podemos abrir mão dos nossos direitos, se começamos esse semestre, temos que concluir. Mas isso só será possível se todos nós, alunos da UNIFIEO, que é uma instituição de respeito, professores e funcionários nos unirmos nesse momento tão difícil e lutarmos juntos. Todos vão sair ganhando se permanecermos unidos, não é o momento de separarmos, e sim de ir para cima, mostrar à reitoria que juntos somos fortes e que ele resolva essa situação o quanto antes, dando atenção e uma solução. Afinal, a UNIFIEO é uma instituição que merece mais atenção por parte de seus diretores e reitor, e para as portas se manterem abertas tem que ter alunos que paguem as mensalidades. Sem alunos, as portas se fecham. Por isso esse é o momento de permanecermos na UNIFIEO, lutando pra que essa linda história não se acabe, pois todos passam por crises, mas temos que ter sabedoria para superá-las. E que o senhor reitor tome todas as medidas necessárias o quanto antes, para o bem de todos." mãe da estudante Beatriz Santos




Tópicos relacionados

UNIFIEO   /    Universidades Privadas   /    Educação   /    Juventude   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar