LAVA JATO

ÚLTIMO MOMENTO: Lula conduzido pela PF em nova fase da Lava-Jato

No dia seguinte à delação de Delcídio Amaral, que está por ser confirmada, teve início uma nova fase da Lava Jato, concentrada contra Lula e mais 43 pessoas ligadas a ele, entre políticos e familiares. Acompanhe a cobertura do Esquerda Diário durante o dia.

sexta-feira 4 de março de 2016| Edição do dia

Foto divulgada pela Folha de São Paulo onde, supostamente, Lula estaria no banco de trás do carro da PF sendo conduzido

A 24a fase da operação Lava Jato, iniciada hoje, intitulada Alétheia, que em grego significa verdade e realidade, tem como alvo Lula, o Instituto Lula, políticos ligados a ele e seus familiares. A operação é conduzida por Sérgio Moro e tem claros interesses tucanos e da oposição de direita.

Entre os 44 mandatos, o que se noticia é que nenhum deles seria de detenção, mas sim de busca e apreensão e para depoimentos coercitivos.

Este passo da operação previsto há alguns dias é parte de uma escalada de denúncias contra Dilma e Lula. Trata-se de uma concentração da operação para tentar inflamar os ânimos para a mobilização convocada para o dia 13.

Não é claro a repercussão de uma ação de tal magnitude, que envolve riscos de todo tipo. Pode acelerar muito o processo do impeachment ou pode colocar em risco a própria operação, ao ficar claro que tem como centro o ataque a Lula e Dilma, numa operação que tem claros interesses do imperialismo, como viemos denunciando, em especial nessa investigação independente que realizamos. A Lava Jato deixa de estar concentrada em torno dos desvios bilionários da Petrobras e passa a estar concentrada em acusações contra Dilma e Lula. A operação de hoje seria ligada a investigações ao redor do triplex e do sítio.

A delação do senador Delcídio Amaral, que está por ser confirmada, agravaria a situação, pois segundo esta haveria provas de obstrução da justiça tanto por Lula (ordenando o suborno de Cerveró) como de Dilma para nomear juízes ao STJ lenientes com os empreiteiros da Lava Jato. Delcídio também faria referências ao mensalão.

Este conjunto de fatos novos na Lava Jato abriram intenso debate em toda a classe trabalhadora e isso vai se agudizar agora. Não se sabe ainda qual serão as ações que tomarão o PT e seus defensores nos movimentos sociais tal como a CUT e UNE. Por ora, apenas uma concentração na porta do prédio de Lula em São Bernardo do Campo, onde já houve tumultos entre apoiadores e contrários a Lula.

Os trabalhadores, a juventude e a esquerda precisam de uma política independente diante da crise política.

Veja aqui a declaração do Movimento Revolucionário de Trabalhadores.




Tópicos relacionados

Operação Lava Jato   /    Lula

Comentários

Comentar