Internacional

ELEIÇÕES EUA

Trump admite derrota para Biden e depois volta atrás

O presidente estadunidense Donald Trump tuitou na manhã deste domingo admitindo a vitória de Joe Biden, e duas horas depois voltou a atrás e disse não admitir a resposta. Veja os tuítes.

domingo 15 de novembro| Edição do dia

A crise de representatividade que escancara a farsa da “democracia” estadunidense, onde sequer o voto direto é computado, sendo a eleição final feita por meio dos delegados dos colégios eleitorais, segue vigente. Donald Trump, atual presidente republicano, não reconheceu sua derrota para o democrata Joe Biden diversos dias após o anúncio de sua vitória eleitoral.

Na manhã desse domingo, Trump sinalizou o reconhecimento de sua derrota por meio de um tuíte. Na mensagem veiculada em sua rede social, o presidente disse: “Ele ganhou porque a eleição foi manipulada. NENHUM FISCAL DE VOTO OU OBSERVADOR permitido, votos tabulados por uma companhia privada da esquerda radical, Dominion, com má reputação e equipamento vagabundo que não conseguiu sequer se qualificar no Texas (no qual eu ganhei de longe), a mídia falsa e silenciosa e mais!”

Duas horas depois, após a repercussão, Trump retrocedeu e afirmou em novos tuítes: “Ele só ganhou aos olhos da MÍDIA DA FAKE NEWS. Eu não reconheço NADA! Nós temos um longo caminho a percorrer. Essa foi uma ELEIÇÃO MANIPULADA!”

Em meio ao desespero pela sua derrota, Trump tenta descobrir a melhor tática de enfrentamento a Biden, tendo perdido apoio inclusive entre setores da burguesia que estavam ao seu lado, como a emissora Fox.




Tópicos relacionados

Eleições EUA 2020   /    Donald Trump   /    Internacional

Comentários

Comentar