Sociedade

DESCASO E DEMISSÃO

Tradicional padaria em Sorocaba SP demite seus funcionários por aviso na porta

A padaria Sabina, uma das mais tradicionais da cidade de Sorocaba, interior de SP, comunicou aos seus 80 funcionários que encerrou suas atividades e dispensou trabalhadores que atuavam há décadas por um simples aviso fixado na porta.

quarta-feira 3 de janeiro| Edição do dia

Entre os 80 funcionários demitidos, muitos trabalhavam há décadas ali, como é o caso do padeiro Luis Roberto, que trabalhou na unidade por 20 anos e ficou indignado: “Eu sabia que alguma coisa ia acontecer, a gente tava vendo que a padaria estava ruim de perna, não pagava ninguém, mas não pensava que eles iam fazer isso com a gente, que pelo menos tinham consideração com a gente. Eu trabalhei Natal, Ano Novo, ralei pra caramba aqui e não recebi vale nem salário”. Também é o caso de Maria Aparecida Medeiros, que trabalhava há 11 anos na padaria, e conta que, para além da empresa não ter pago o vale e a participação dos trabalhadores nos lucros em 2016, também não entregou cestas básicas aos funcionários.

Os trabalhadores tentaram ligar aos gerentes da unidade para que pudessem obter mais informações, mas não foram atendidos. A página no Facebook da empresa também foi deletada.

Esse é um dos exemplos de centenas de outros que inclusive denunciamos no Esquerda Diário. Com a piora no cenário de crise econômica no país, as empresas e os empresários buscam como primeira saída a jogada desta crise nas costas dos trabalhadores, reduzindo direitos e demitindo funcionários. Quando a crise se mostra insustentável, os trabalhadores perdem seu mais elementar direito: o direito de trabalhar.

O capitalismo e suas crises intrínsecas se mostra incapaz de garantir aos trabalhadores sequer o elementar e mais básico direito ao trabalho. É necessário criar e fortalecer as lutas e a resistência a esses casos de demissões impostas pelos empresários e pelos capitalistas, e erguer junto à essa luta a batalha para barrar e reverter também tantos outros ataques que os golpistas estão despejando nas nossas costas. Que os capitalistas paguem por esta crise!




Tópicos relacionados

Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Demissões   /    crise econômica   /    Sociedade   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar