Educação

GREVE DOS PROFESSORES DE SÃO PAULO

Torcidas organizadas de São Paulo declaram apoio à greve dos professores estaduais

Mauro Sala

Campinas

quarta-feira 8 de abril de 2015| Edição do dia

A greve dos professores do estado de São Paulo alcançou sua terceira semana, ainda sem perspectiva de resolução. A negociação com o governo Alckmin (PSDB) está complicada: mesmo estando há mais de três semanas em greve, os professores só foram recebidos uma única vez pelo secretário da educação do estado de São Paulo, Herman Woorwald, para negociar suas reivindicações.

Mas a greve segue forte e segue conseguindo apoio. Essa semana, importantes torcidas organizadas e grêmios recreativos do Estado declararam apoio aos professores.

A Gaviões da Fiel Torcida, condizente com seu histórico de militância política, declarou “total apoio à greve dos professores, considerando suas causas de extrema importância”.

A Leão da Fabulosa, torcida da Portuguesa de Desportos, publicou, em sua página no Facebook, que "mantendo sua vocação democrática e de lutas ao lado do povo e animada pelo espírito do grande Paulo Freire, declara apoio TOTAL E INCONDICIONAL à greve dos professores do estado de São Paulo”.

Também a TUP, torcida uniformizada do Palmeiras, declarou, por meio de sua página no Facebook, “total apoio à greve dos professores do Estado de São Paulo”. Com a consciência de que a educação é a base para uma sociedade melhor, a TUP se declara “contra qualquer tipo de represália aos professores grevistas”.

Na página São Paulo FC – Antifascista também podemos ver várias declarações de apoio aos professores em greve.

Essa iniciativa das torcidas de São Paulo demonstra que a luta dos professores não é apenas corporativa, como o governo e a grande mídia querem fazer parecer. Trata-se de uma luta em defesa da educação pública de qualidade, capaz de colocar palmeirenses, corintianos, são paulinos, torcedores da Lusa e de tantos outros clubes em um mesmo lado: o lado dos professores das escolas públicas que lutam em defesa da educação.


Foto: Wikipedia




Tópicos relacionados

Educação

Comentários

Comentar