Política

TUDO PELO PODER

Temer fará reunião com governadores para comprar apoio com dinheiro público

Para tentar se garantir no governo, Temer articula reunião para essa terça-feira, 13, com cerca de onze governadores para distribuir favores como financiamentos do BNDES em troca de apoio político.

Fernando Pardal

@fepardal

segunda-feira 12 de junho| Edição do dia

O encontro de Temer com os governadores tem como um de seus principais articuladores o governador Marconi Perillo, do PSDB. O partido ainda está dividido quanto à permanência no governo Temer.

De acordo com aliados de Temer, ao menos onze governadores confirmaram presença no encontro, que contará também com a presença do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e do presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro.

Além de discutir as condições das linhas de financiamento do BNDES para os governos estaduais, a reunião irá pautar a negociação das dívidas dos estados com a União.

Ainda que após a absolvição no julgamento do TSE a posição de Temer se encontre relativamente fortalecida, e a reunião com os governadores indica mais um passo na tentativa de consolidar sua posição de se manter no governo mesmo após o escândalo da delação da JBS, a reunião e mesmo o acordo com os governadores presentes não significam nenhuma garantia da permanência de Temer na cadeira presidencial. Pelo contrário, a continuidade da disputa e o vazio de poder deixado como marca da tentativa de "golpe dentro do golpe" podem trazer ainda mais instabilidade política, como analisou Leandro Lanfredi.

Do lado dos políticos do regime e dos patrões trata-se de resolver a equação entre estabilidade política e as reformas para atacar os direitos dos trabalhadores. Até o momento, a falta de um nome forte e minimamente consensual entre os poderosos para poder substituir Temer e levar adiante os ataques têm sido o principal elemento para sua manutenção na presidência. Contudo, com seu principal partido aliado, o PSDB, ainda indefinido na decisão de apoiá-lo, a situação está longe de ser estável para o governo.




Tópicos relacionados

PSDB   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar