Sociedade

SUCATEAMENTO

Temer corta pela metade investimento em fronteiras enquanto segue reprimindo pobres no RJ

segunda-feira 5 de março| Edição do dia

Enquanto acontece uma intervenção no Rio de Janeiro, Temer corta pela metade investimento em monitoramento de fronteiras, e mostra que, o objetivo não é combater o tráfico, Temer quer é investir no genocídio do povo negro.

O Sisfron ( Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras) no ano passado sofreu uma redução de investimento de cerca de 54%, caindo de R$ 285,7 milhões para 132,4 milhões, segundo levantamento feito pelo UOL. Neste ano, o orçamento para o Sisfron também está abaixo do previsto, tendo reduzido em 16% na comparação com o inicialmente previsto para o ano passado.

A advogada Isabel Figueiredo, integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e ex-diretora da Secretaria Nacional de Segurança Pública declarou que "No Rio não se produz droga: ela entra pelas fronteiras. Enquanto não se der a devida importância às fronteiras, a torneira continua aberta e agir no Rio é como enxugar gelo. E a intervenção tem mais um caráter de espetáculo e marketing por parte do governo federal”.

A intervenção no Rio de Janeiro vai bem mais além do que um espetáculo de marketing de Temer, ela também passa longe do combate ao tráfico, ela é um atentado contra a população negra e pobre do Rio, seu caráter é racista e a finalidade é aprofundar o genocídio do povo negro, que já vinha sendo feito pela polícia militar.

A intervenção federal no Rio de Janeiro ainda se tem como um laboratório para o que Temer quer fazer com todo o país, o próximo passo do projeto racista de Temer é criar mais uma força repressiva permanente para atuar em todo o país, a chamada Guarda Nacional que irá atuar especialmente nos estados em que podem estourar revoltas populares contra o governo estadual e federal. Não tiremos o olho das lutas: toda essa repressão acontece porque o governo sabe que quando o povo negro, junto a classe trabalhadora, se coloca em movimento, carrega consigo uma enorme força de mudança!

Fonte imagem: O Globo

Leia também:




Tópicos relacionados

Intervenção Federal   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s

Comentários

Comentar