Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Tabata Amaral recebe convite de Alexandre Frota e elogios do MBL por sua defesa da reforma

sexta-feira 12 de julho| Edição do dia

Se por acaso Tabata e os outros sete deputados do PDT sofrerem algum tipo de reprimenda, já tem convites por parte de outros partidos. Por via de sua conta no twiter, o deputado Alexandre Frota convidou: “O PSL está de braços abertos pra você” e que “partido não vai faltar” para a deputada.

Leia também: Tábata Amaral vota com Bolsonaro e Maia pelo fim da aposentadoria e grava vídeo com fake news

Tabata também foi homenageada pelo MBL, os ultra-liberais de direita financiados por grupos capitalistas internacionais como... Tabata Amaral. MBL, que se orgulha de sua linha golpista e que defende a reforma da previdência com unhas e dentes, e Tabata Amaral, no fundo, não tem muita diferença.

Leia mais: Emendas à reforma deixam intactos os ataques, menos aos policiais é claro

Tabata Amaral e os deputados do PDT que votaram a favor da reforma que obriga os trabalhadores morrer trabalhando sem direito a aposentadoria deixam claro que estão do lado de Bolsonaro, Maia, o Centrão e o STF, setores golpistas que manipularam uma eleição para que Bolsonaro vencesse e que hoje que passar por cima de todos os direitos conquistados pelos trabalhadores brasileiros.

Leia mais: Em quarto dia de votação da previdência, Centrais Sindicais não deram sinal de vida

Tabata Amaral e mais oito deputados do PDT votaram a favor da reforma da previdência, contrariando a orientação do partido - e mostrando a "qualidade" dos parlamentares do PDT. Ele afirmou que a situação é delicada e se coloca um impasse sobre a expulsão ou não dos deputados: “Por que é deputado se não segue a orientação partidária? Mas também não podemos perder o mandato.” Para encurtar, igual ao PT, o PDT deve passar a mão na cabeça dos que vão contra a orientação partidária - visando a manutenção de suas posições parlamentares, verbas do fundo partidário, assessores, e um longo etc.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    PDT   /    Reforma da Previdência   /    Política

Comentários

Comentar