Política

LAVA JATO

Sérgio Machado deve cumprir pena em casa de luxo com piscina no Ceará

Mesmo tendo confessado que repassou mais de 100 milhões aos políticos de todos os maiores partidos da ordem política vigente, durante a delação, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, deverá cumprir pena em prisão domiciliar em sua mansão em Fortaleza. Segundo a homologação do ministro do STF, Teori Zavascki, Machado cumprirá dois anos e três meses em regime fechado diferenciado e outros nove meses em regime semiaberto, por conta do acordo feito na sua delação premiada . E se comprometeu a devolver aos cofres públicos R$ 75 milhões.

sexta-feira 17 de junho de 2016| Edição do dia

Ele usará tornozeleira eletrônica e poderá sair para prestar serviços comunitários. Ele tem permissão para receber visitantes no período da pena, em torno de 27 pessoas entre familiares, amigos, advogados e profissionais de saúde em caso de emergência. Poderá sair de casa, quando não estiver trabalhando, por até 6 horas interruptas e já tem 8 datas, até 2018, que será autorizado á sair da residencia, sendo uma delas o natal.

Machado ainda poderá ser condenado á 20 anos de prisão, mas engana-se quem acredita que o ex-presidente da maior processadora de gás natural do Brasil corre o risco de cumprir esta pena em alguma prisão, a condenação sera alterada automaticamente para a pena alternativa.

Está é uma realidade extremamente diferente para os milhares de brasileiros. Enquanto um politico corrupto julgado culpado cumprirá sua pena em sua mansão de luxo com piscina, possivelmente comprada com o dinheiro de propina, a população sofre nas penitenciarias abarrotadas. Com o total de 622.202 pessoas privadas de liberdade, segundo os dados do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), divulgados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, o Brasil tem a quarta maior população penitenciária do mundo e com um déficit de 250.318 vagas. Esta noticia é mais escandalosa quando sabemos que cerca de 40% dos presos brasileiros são provisórios, ou seja, ainda não foram julgados em primeira instância. Sendo a juventude pobre e negra 61% dos presos presentes no sistema penitenciário.

Esse cenário de injustiças mostra a falácia disseminada pela lava-jato e quem a defende, pois mesmo com todos os escândalos, os crimes cometidos pelos políticos e seus aliados continuam impunes ou mesmo esses são julgados permanecem com seus privilégios.

Por isso, não podemos ter qualquer ilusão que o combate á corrupção seja garantido pelas mãos desse governo golpista, que está mergulhado até a cabeça nos esquemas de corrupção, ou mesmo o STF que decidem, de acordo com seus interesses, quem se livram das denúncias, ou não.

Somente os trabalhadores junto com a juventude podem responder a esses e outros problemas do país, impondo pela luta uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana, onde lutaríamos pela punição e confisco de todos os bens dos corruptos, eleger os juízes, que os políticos, deputados, juízes e funcionários de alto-escalão ganhem o mesmo salário de uma professora e que seus mandatos sejam revogáveis!




Tópicos relacionados

Operação Lava Jato   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar