Política

CRISE POLÍTICA

Segundo jornalista do Globo, Temer desiste de Mariz na Justiça. Objetivo: "comprar" Câmara

quinta-feira 9 de fevereiro| Edição do dia

Em meio à crise política que assola o país, Michel Temer tomou uma série de decisões em série que despertaram críticas ou ao menos apreensão de diversos jornalistas, elas confrontariam a Lava Jato e abririam flancos débeis na opinião pública justamente quando o governo precisa passar um rolo compressor contra os direitos dos trabalhadores, em especial a reforma da previdência.

Essas medidas seriam a nomeação de Moraes ao Supremo, o que foi tomado como uma medida anti-Lava Jato, a nomeação de Moreira Franco como ministro para conseguir foro privilegiado também. A última dessa série era seu amigo de décadas Mariz, também crítico à Lava Jato, assumir a pasta de Moraes. Poucas horas depois dessa notícia já circula na grande imprensa que Temer teria desistido, esse é o destaque do importante O Globo nesse momento.

Segundo o jornalista Jorge Bastos Moreno, repórter destacado da família Marinho para cobertura da política em Brasília, Temer teria desistido dessa nomeação para conseguir apoio na Câmara. Em bom e velho português da política da elite brasileira: comprar apoio com cargo.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar