Política

ENTREGUISMO

Seguindo o plano de Bolsonaro, Congresso e Judiciário, 22 aeroportos serão leiloados hoje

Governo Bolsonaro prevê leiloar 129 ativos até o final de 2021.

quarta-feira 7 de abril| Edição do dia

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Nesta quarta-feira (7) o governo Bolsonaro seguirá com a sua agenda de colocar serviços estratégicos nas mãos dos grandes empresários, com a 6ª Rodada de Concessão de aeroportos que visa vender 22 aeroportos, divididos em 3 blocos.

Veja mais: "Infra Week”: Governo Bolsonaro organiza leilão para privatizar 22 aeroportos, 5 portos e 1 ferrovia

De acordo com o Ministério da Infraestrutura, que é dirigido por Tarcísio Gomes de Freitas, a expectativa governo é realizar mais de 50 concessões no setor em 2021, considerando apenas as privatizações de aeroportos, rodovias, ferrovias e terminais portuários.

A "Infra Week", nome denominado pelo governo para essa semana que reserva privatizações como o leilão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) na quinta-feira (8) e de 5 terminais portuários no Maranhão e no Rio Grande do Sul, na sexta-feira (9), já insinua o que será essas privatizações, a venda a infraestrutura estratégica nacional à preço de banana.

Frente a condução criminosa da pandemia, que já conta com mais de 335 mil mortes, fruto do governo Bolsonaro, mas também dos governadores que pouco fizeram para barrar o avanço do coronavírus, e assim como o Congresso e Judiciário estão alinhados com o governo federal em colocar as riquezas nacionais nas mãos dos grandes empresários e colocar o país de joelho ao imperialismo.

Pode te interessar: Guedes vê país no “caminho da prosperidade” com 331 mil mortos e desemprego de 14 milhões




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Infraestrutura   /    Paulo Guedes   /    Governo Bolsonaro   /    Poder Judiciário   /    Congresso   /    Política

Comentários

Comentar