BLINDANDO O GOVERNO

Renan emplaca mais uma manobra pra Dilma não ter suas contas julgadas

sexta-feira 23 de outubro de 2015| Edição do dia

Após atrasar a leitura do julgamento das contas do governo Dilma por uma semana e depois de conceder um prazo de 45 dias para o governo se defender. Hoje, o presidente do Senado, Renan Calheiros, emplacou mais uma manobra que ajuda o governo Dilma a ganhar tempo.

O julgamento das contas do governo Dilma pela Comissão Orçamentária Mista e depois pelo Plenário não configuram o impeachment, no entanto, ao tratar do tema que motiva o pedido de impeachment servem de argumento político favorável ao impeachment.

A nova manobra de Renan, de instituir que em Março haverá uma nova composição desta comissão, e que por isto pode ser necessário refazer pareceres, pode fazer o governo ganhar ainda mais tempo, deixando para depois de março qualquer julgamento neste âmbito parlamentar.

Esta iniciativa de Renan, que junto a Temer foi o primeiro peemedbista a tomar iniciativas em defesa do governo Dilma e ao mesmo tempo de defender maiores ataques aos trabalhadores, a chamada “Agenda Brasil”, mostra mais uma vez como um importante setor do establishment político brasileiro está querendo trocar ataques aos trabalhadores por dar mais estabilidade a Dilma e seu governo, recorrendo inclusive a manobras como as que tem feito Renan para dar tempo à presidente.




Tópicos relacionados

Renan Calheiros   /    Impeachment   /    Crise no governo

Comentários

Comentar