Educação

SANTO ANDRÉ

Reitor Amilton Renuncia cargo!

Na manhã desta terça (11) ocorreu uma reunião do CONDIR (Conselho Diretor, órgão de deliberação máxima) do Centro Universitário Fundação Santo André, o Reitor Professor José Amilton, renuncia ambos os cargos e deixa crise aberta no campus.

quarta-feira 12 de agosto de 2015| Edição do dia

Hoje, a reunião do CONDIR ocorreu em meio a uma crise instalada na universidade a anos, mas que cada vez se agudiza, os professores estão desde de junho sem o pagamento dos salários, com recebimentos parciais. E a demissão de 18 professores e 4 funcionários com mais de 70 anos de idade.

O reitor assumiu o cargo em abril de 2014, antes o Professor José Amilton era coordenador do curso de história. A universidade que nasceu publica tem sido privatizada ao longo dos anos, em 2007 o reitor Odair Bermelho roubou Milhões da universidade e saiu anistiado pela justiça, deixando a dívida para a universidade, a prefeitura recolheu durante anos imposto de renda da universidade, uma dívida de 100 milhões.

Para onde vai a FSA?

A crise na universidade está aberta e a pergunta é quem paga essa conta? As mensalidades a cada ano aumentam, o governo federal tem aplicado uma série de ajustes na educação, a universidade não tem investimento da prefeitura a anos. Os estudantes não podem pagar essa conta. Nesse ano os estudantes protagonizaram uma greve (link) que derrotou os ataques da reitoria, a greve já era vista como apenas uma batalha, de uma guerra de disputa de projetos de universidades. Essa importante vitória demonstra que é preciso ir mais além, é necessário que desde já, organizemos assembleias construídas pela base dos cursos para colocar de pé delegados revogáveis para construir à auto organização dos estudantes para disputar efetivamente as saídas da crise, antes financeira e agora política da FSA.
Os estudantes travam uma luta histórica também para garantir uma FSA Publica gratuita de qualidade a serviço dos trabalhadores e da juventude, essa luta deve se colocar mais do que nunca como ordem do dia. O primeiro passo é a abertura imediata dos livros de contabilidade para que os estudantes, junto aos professores e funcionários, possam saber para onde está indo o dinheiro da universidade e como tem sido gasto e a construção de uma assembleia geral que possa impor uma constituinte capaz de decidir, entre os que estudam e trabalham mantendo a universidade viva, como deve funcionar a universidade.




Tópicos relacionados

Universidade   /    Educação   /    ABC paulista   /    Juventude

Comentários

Comentar