Educação

FRAUDE NA UNINOVE

Rei dos fiscais foi preso acusado de ter recebido propina de R$1,7 milhão da UNINOVE

Na manhã desta quinta-feira dia 21 , a Polícia Civil prendeu o ex- fiscal da prefeitura de São Paulo José Rodrigo de Freitas, acusado de receber R$1,7 milhão em propina para favorecer a universidade UNINOVE , esse esquema tornou reu por corrupção ativa o reitor da instituição Eduardo Storópolo e o pró-reitor Marco Antonio Malva.

sexta-feira 22 de junho| Edição do dia

Na manhã desta quinta-feira dia 21 , a Polícia Civil prendeu o ex- fiscal da prefeitura de São Paulo José Rodrigo de Freitas, acusado de receber R$1,7 milhão em propina para favorecer a universidade UNINOVE , esse esquema tornou réu por corrupção ativa o reitor da instituição Eduardo Storópolo e o pró-reitor Marco Antonio Malva.

Segundo investigação do Grupo Especial de Delitos Econômicos (Gedec), do Ministério Público Estadual, os acusados fizeram os pagamentos para que UNINOVE mantivesse a “imunidade tributária”.

José Rodrigo de Freitas é conhecido como rei dos fiscais, ele é dono de um patrimônio de R$ 76 milhões, de modo geral ele cobrava propina das companhias para que essas paguem menos impostos um exemplo é o caso da construtora Lamelas, que teria embolsado 13 500 reais depois de conseguir reduzir o ISS (Imposto Sobre Serviços) de uma obra na Zona Norte de R$196,670 para R$8,335.

No caso da UNINOVE e sua “imunidade tributária” , essa imunidade é cedida para instituições educacionais sem fins lucrativos e pode ser usada para garantir o não pagamento de impostos municipais, estaduais e federais .A UNINOVE tem mais de 150 mil alunos que pagam mensalidades muitas vezes altas , possui uma educação massificada com centenas de alunos por sala de aulas, tendo o mínimo possível estipulado pelo MEC(ministério da educação)de professores mestres e doutores. Instituições educacionais como essa ganharam um grande incentivo nos governos do PT que tirou muitos bilhões dos cofres públicos e injetou nelas através do Prouni Programa Universidade para Todos e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).Dinheiro esse que deferia ter ido para a construções de faculdades públicas onde os alunos possam estudar sem o funil do vestibular.




Tópicos relacionados

Uninove   /    Universidades Privadas   /    Educação   /    Política

Comentários

Comentar