Educação

GREVE DE PROFESSORES AM

Professores estaduais do AM vencem greve e conquistam 27% depois de 4 anos sem reajuste

Mais uma vez os professores mostraram o caminho e venceram a greve estadual do Amazonas. Após 4 anos sem reajuste salarial, os professores declararam greve e venceram depois de 17 dias de muita luta, conseguindo 27,02% de reajuste.

terça-feira 10 de abril| Edição do dia

Os professores estaduais do Amazonas declararam greve exigindo o reajuste salarial da categoria, direito que estava sendo negado há 4 anos pelo governo. Os professes pediam 35% de reajuste, além do pagamento do vale alimentação e o repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A revelia do SINTEAM (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas) que durante os 4 anos não organizou a categoria contra esse absurdo, os professores estaduais organizaram assembleias e declararam greve, que logo foi se espalhando por todo o estado, chegando a paralisar cerca de 600 escolas.

Depois de diversas propostas descabidas de reajuste, como a de 4%, o governo, pressionado pela força dos professores, apresentou a proposta de 27,02% que foi aceita pelo conjunto da categoria.

Mais uma vez, os professores mostram o caminho para barrar os ataques dos golpistas e políticos que querem descarregar a crise nas nossas costas. Em São Paulo, os professores municipais venceram a reforma da previdência de Dória e deram um exemplo de luta para todo o país.

A vitória dos professores em SP e AM são pontos de apoio para os trabalhadores vencerem os ataques dos golpistas que querem acabar com os nossos futuros, precarizando nossas vidas. Contra os ataques à educação, aos direitos democráticos e às nossas condições de vida, a resposta é seguir os professores e ir para as ruas, parando nossos locais de trabalho e estudo e mostrando que não tem arrego!




Tópicos relacionados

Amazonas   /    Greve   /    Educação   /    Professores

Comentários

Comentar