Educação

GREVE PROFESSORES REDE PARTICULAR MG

Professores da UNA aderem à greve da rede particular em MG

Após assembleia da categoria, professores da UNA publicam carta de adesão à greve e estudantes marcam manifestação em apoio.

quarta-feira 25 de abril| Edição do dia

A greve da rede particular de ensino de Minas Gerais começa nessa quarta-feira, com adesão dos professores de uma das maiores universidades particulares de Minas Gerais: o Centro Universitário UNA. Os professores lutam contra mudanças no acordo coletivo que a patronal quer impor com base na Reforma Trabalhista golpista de Temer.

Os professores da UNA se reuniram após a assembléia e elaboraram a carta que publicamos a seguir:

"Turma,

A classe dos professores da rede particular de ensino, representados pelo Sindicato dos Professores (Sínpro MG) decidiu, hoje, dia 24 de abril de 2018, em assembleia, pela greve da categoria profissional.

A greve fez-se necessaria diante da impossibilidade de negociação entre a categoria profissional e o Sindicato Patronal (Sinep), ao qual todas as escolas particulares de ensino fazem parte, Una, incluída.

Infelizmente o sindicato patronal apresentou-se intransigente, mantendo sua proposta original de retirada de direitos históricos. A proposta dos professores é a manutenção da convenção coletiva da categoria do ano anterior que vigora até o dia 30 de abril. Sendo assim, a greve inicia-se agora para nosso pesar.

Na próxima quinta feira, dia 26 de abril de 2018 haverá uma audiência de mediação, no Tribunal Regional do Trabalho (avenida Getúlio Vargas, 225, as 10:00), onde esperamos que um acordo seja alcançado e, com isso, se garanta o retorno às atividades acadêmicas.

Vejam algumas das propostas que o sindicato dos donos de escolas propões e que impactarão diretamente na sala de aula:

. o fim do descanso de 15 minutos após duas ou três aulas consecutivas (ou seja, fim do intervalo entre as aulas);
· a ampliação da tolerância de 60 para 80 no número de alunos em sala, a partir do qual o estabelecimento deve fornecer ao professor microfone;
· a extinção das bolsas de estudos para os filhos de professores;
· a redução do período de férias, entre outras.

Por acreditarmos no papel da educação e nas transformações que esta pode trazer a sociedade, paralisamos nossas atividades, pois, a qualidade do ensino, objetivo de professores e alunos, só poderá ser alcançada diante do respeito as condições dignas de trabalho da categoria profissional.

Nós, professores, contamos com o apoio da comunidade acadêmica e a mobilização dos alunos neste momento de defesa da educação."

Estudantes da UNA também chamam manifestação em apoio aos professores no horário do intervalo na UNA de Contagem:

O DCE UNA Sérgio Miranda também manifestou apoio à mobilização dos professores:

❗ NOTA DE APOIO A GREVE DAS PROFESSORAS E PROFESSORES ❗

O Diretório Central de Estudantes Sérgio Miranda vem por meio desta nota prestar todo apoio e solidariedade a nossas professoras e professores que aderiram à greve contra a proposta do sindicato patronal.

Durante a Assembléia de hoje (24/04) foi aprovada uma greve por tempo indeterminado como resposta ao desmonte e a retirada de direitos contra a categoria de docentes da rede privada.

Apresentada pelo SINEP (Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais que representa os donos de escolas e donos de grupos de ensino como o Ânima, empresa responsável pelo Centro Universitário Una) a proposta tem diversos pontos que desvalorizam nossos professores e professoras. Tal desvalorização prejudica ainda mais o nosso ensino, afinal quem leva o conhecimento a sala de aula dia após dia são nossas (os) docentes e para que este ensino seja de qualidade precisamos de uma categoria com qualidade de trabalho.

Somos estudantes e iremos participar das mobilizações em defesa da manutenção dos direitos da categoria.

Vamos juntas (os) lutar por uma educação de qualidade e pela qualidade de trabalho de nossas (os) docentes.

Para saber mais sobre as mobilizações participe do grupo de apoio no Wpp:

https://chat.whatsapp.com/Hrxmh0BStxkEBfGpyUsIL1

EM DEFESA DA EDUCAÇÃO E POR NENHUM DIREITO A MENOS!

Todo apoio à greve dos professores da rede particular de ensino de Minas Gerais!




Tópicos relacionados

Greve Educação MG   /    Minas Gerais   /    Juiz de Fora   /    Contagem   /    Educação   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar