Teoria

CULTURA E MARXISMO

Primeiro encontro do Grupo de Estudos e Cultura Marxista: Qual a concepção marxista de arte?

quinta-feira 6 de abril| Edição do dia

No dia de amanhã, sexta-feira dia 07 de abril, ocorrerá o primeiro encontro do ano do Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo na Letras USP. O Grupo, que já possui tradição no curso, constituiu-se com o objetivo de discutir temas que passam ao largo do estudo acadêmico, a partir de uma perspectiva classista.

Nesta primeira sessão, o foco do debate serão os questionamentos quanto o caráter da arte: existe uma arte verdadeira? A arte deve ser totalmente livre? Um estado socialista deve ter ingerência ou direito a censura sobre a arte? A arte tem que ter uma finalidade política? Qual o papel da arte na luta pela revolução?

A partir da leitura do Manifesto da FIARI (Federação internacional por uma Arte Revolucionária e Independente), escrito às portas da segunda guerra em 1938, com o stalinismo reprimindo a arte na Rússia e Hitler na Alemanha, o manifesto é redigido pelo poeta surrealista francês André Breton e o revolucionário russo Leon Trotsky, ambos em debate com o pintor mexicano Diego Rivera.

Trotsky, perseguido (e posteriormente morto) pelo stalinismo, exilado no méxico, é recepcionado e abrigado por Frida Khalo e Diego Rivera. E em seu isolamento geográfico e político, se aproxima também de André Breton, e escrevem esse manifesto em profunda oposição com a concepção de uma arte "proletária" submetida ao partido e também a repressão nazista a arte, lutando por uma perspectiva independente e livre para a arte.

Venha debater com a gente!

Data: 07/04
Horário: 12h e as 18h
Local: Faculdade de Letras – USP
Confira o evento no Facebook aqui.




Tópicos relacionados

cultura   /    Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo   /    Teoria   /    Cultura

Comentários

Comentar