Política

PRISÃO NO PSDB

Preso ex-presidente do PSDB e ex-secretário do governo Anastasia em Minas Gerais

segunda-feira 30 de maio de 2016| Edição do dia

A operação do ministério público de Minas Gerais, batizada Aequalis, deflagrou na manhã de hoje, 30, a prisão de seis pessoas nas cidades de Belo Horizonte, Frutal (interior de Minas Gerais) e São Paulo. A Reportagem da “Folha de S.Paulo” na edição do dia 29 de abril mostrou que uma auditoria realizada pela Controladoria Geral de Minas apontou corrupção, desvios e mau uso de dinheiro público na construção do complexo “Cidade das Águas”, centro de pesquisa e gestão em recursos hídricos instalado na cidade de Frutal Minas Gerais.

A principal prisão foi de Nárcio Rodrigues (PSDB), ex-presidente do PSDB de Minas e ex-secretário de Estado na gestão de Anastasia (PSDB), entre 2011 e 2014 e homem próximo aos Senadores Aécio Neves e Antonio Anastasia, esse último que foi redator do processo de impeachment e político chave no golpe aplicado recentemente.

Durante votação do processo de impeachment de Dilma Roussef, o filho do ex-secretário deputado preso, Caio Nárcio Rodrigues, disse ao votar a favor do afastamento de Dilma: “Por um Brasil aonde meu pai e meu avô diziam que decência e honestidade não eram possibilidade, eram obrigação”. Pelo jeito a lógica na casa da família Nárcio era “façam o que eu digo mais não façam o que eu faço”.

Essa operação, ainda que limitada, porque boa parte corre em segredo de justiça, mostra o quão corrupto é o PSDB, envolvido em diversos escândalos de corrupção país afora, mais que sempre é blindado por ser um dos mais importantes partidos da elite brasileira. Com certeza essa denúncia é mais um golpe nas pretensões de Aécio Neves para uma candidatura a presidência da República, pois se soma a diversos escândalos que o nome do mesmo é envolvido.




Tópicos relacionados

Política

Comentários

Comentar