Economia

AUMENTO DO TRIBUTO SOBRE COMBUSTÍVEIS

“População vai entender”, diz Temer sobre aumento de imposto nos combustíveis

Temer absurdamente disse em sua visita a cidade de Mendoza para a 50ª Cúpula do Mercosul, que "a população brasileira irá compreender" o aumento dos impostos cobrados sobre os combustíveis, "porque este é um governo que não mente, que não dá dados falsos.

sexta-feira 21 de julho| Edição do dia

Enquanto atacam os trabalhadores com mais um aumento de impostos, sugerindo que compreendam as pioras nas condições de vida da população já que o governo não mente, as grandes fortunas seguem intactas.

Os deputados vêm preparando 99% de desconto para empresas devedoras enquanto cortam os direitos dos trabalhadores com as reformas e com o aumento do imposto. O orçamento de 2017 ainda reservou 1,7 trilhão de reais para a dívida pública. Em março, a equipe econômica havia bloqueado R$ 42 bilhões, mas pouco depois liberou-se R$ 3 bilhões para gastos obrigatórios com saúde.

O governo dobrou as alíquotas de PIS/Cofins da gasolina e elevou em 86% a do diesel. O resultado é que, a partir desta sexta-feira (21), o litro da gasolina poderá sofrer reajuste de até R$ 0,41, e o do diesel, de R$ 0,21. No etanol, a alta poderá chegar a R$ 0,20.

Além do aumento de impostos, o governo congelou mais de R$ 5,9 bilhões em despesas, aprofundando o arrocho na máquina pública e colocando em risco a continuidade de serviços no próximo mês.

A população e os trabalhadores, ao contrário do que insinua Temer, não devem compreender um governo corrupto que além de aplicar um golpe segue atacando trabalhadores e jovens através de medidas em aliança com os grandes empresários na tentativa de se manter no poder.

A casta de políticos e empresários pretendem garantir a qualquer custo seus privilégios em detrimento da carestia de vida da população. Mais do que nunca é necessário a organização nos locais de trabalho e estudo contra as reformas assim como estamos vendo a exemplar batalha da PepsiCo na Argentina contra as 600 demissões.

Leia também: http://esquerdadiario.com.br/PepsiCo-a-resistencia-e-os-desafios-da-esquerda




Tópicos relacionados

imposto   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Economia   /    Política

Comentários

Comentar