Negr@s

FURACÃO IRMA

População no Caribe denuncia racismo em atendimento à sobreviventes do furacão Irma

Segundo moradores negros da ilha de São Martin (território francês de ilha do Caribe), tem acontecido uma seleção racista no que diz respeito aos atendimentos dos sobreviventes do furacão Irma. Turistas brancos estariam tendo prioridade na evacuação da Ilha.

quarta-feira 13 de setembro| Edição do dia

Segundo moradores negros da ilha de São Martinho (território francês de ilha do Caribe), tem acontecido uma seleção racista no que diz respeito aos atendimentos dos sobreviventes do furacão Irma. Turistas brancos estariam tendo prioridade na evacuação da Ilha.

"É seletivo. Desculpe, mas nós vimos apenas moradores do continente. É uma forma de dizer: ’lamento, só brancos’. Só tinha brancos no barco", disse Johana Soudiagom, moradora da região, à TV Guadeloupe 1ere.

O primeiro-ministro francês Édouard Philippe, na última segunda-feira (11/9), afirmou que apenas as pessoas em maior vulnerabilidade foram priorizadas, mas os moradores da ilha afirmam terem visto turistas brancos saindo em barcos enquanto mães e crianças permaneciam no local.

Na mesma segunda-feira, o representante do Conselho de Associações de Negros pediu esclarecimentos ao governo francês sobre o ocorrido. "Aos meus olhos, Irma é para as Antilhas Francesas o que o furacão Katrina foi para Louisiana nos EUA — um expoente das desigualdades racial e social", disse Louis-Georges Tin.

Tin também disse “O que alguns chamam de saque, outros chamam de sobrevivência. Quando o estado não faz seu trabalho, é normal os mais pobres fazerem o que for necessário para sobreviver", se referindo aos saques de ocorreram na ilha nos dias que se seguiram.

O governo francês alega dificuldades em evacuar os moradores da ilha, mas nada fala sobre a Flórida ter evacuado mais de um milhão de pessoas no mesmo espaço de tempo. A pergunta que os moradores de São Martinnho deixam é: dificuldade em prestar socorro ou seletividade racial?




Tópicos relacionados

Racismo   /    Negr@s   /    Internacional

Comentários

Comentar