Internacional

HIGIENIZAÇÃO SOCIAL EM LONDRES

Político de Londres pede retirada de moradores de rua pela polícia para casamento real

Simon Dueley, chefe do distrito real, enviou carta aos policiais pedindo reforços durante o casamento real devido ao crescente número de pessoas em situação de rua, que geram um clima "hostil" para o casamento real.

Mariana Duarte

Estudante de Letras da USP

quinta-feira 4 de janeiro| Edição do dia

Simon Dueley, um dos principais líderes da administração de Londres, afirmou em seu twitter que em decorrência do casamento real que acontecerá nas ruas da cidade no próximo mês de maio, os moradores de rua que vivem na região próxima, devem ser retirados de seus locais de estadia graças à imagem negativa, segundo Dueley, que sua presença causa.

Num ato de extremo elitismo, o chefe do distrito real,mandou uma carta à polícia local aonde chegou a afirmar que o aumento do número de moradores de rua, está criando uma “atmosfera preocupante e hostil” para a população local, como se tais pessoas não fizessem parte da população da cidade. Se ausentando de sua responsabilidade enquanto representante estatal, de garantir um teto e uma vida digna para todos, em decorrência do casamento real, o político mostra a serviço de quais interesses o governo de Londres está.

O casamento que acontecerá no mês de maio deste ano, contará com o gasto de mais de 150 milhões de libras, valor gasto em função do bem estar e conforto dos que estarão presentes na celebração . Para o casamento real, reserva-se um gasto extraordinário, enquanto que para as pessoas em situação de rua Dueley quer reservar repressão policial.

Frente ao absurdo colocado pelo líder do distrito, movimentos sociais de moradia e caridade manifestaram seu repúdio, colocando o ato realizado por Dueley como “repugnante” e “abominável”.




Tópicos relacionados

moradores de rua   /    Londres   /    Internacional

Comentários

Comentar