Educação

BELO HORIZONTE: ÚLTIMO MOMENTO

Polícia de Pimentel invade a UFMG e promove escandalosa repressão a manifestação de estudantes

quarta-feira 7 de dezembro de 2016| Edição do dia

Imagem retirada da página do DCE-UFMG

Na noite desta quarta-feira (07) a Polícia Militar de Minas Gerais, sob mando do governo Pimentel (PT), voltou a reprimir estudantes das escolas secundaristas e universitários que se manifestavam na avenida Antônio Carlos, em frente à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), região norte de Belo Horizonte, contra a PEC 55 e a reforma do ensino médio do governo golpista de Temer (PMDB). Novamente o governo desrespeita o espaço universitário, fazendo deste um palco para sua repressão e desrespeito ao direito de manifestação. Mais uma vez Pimentel e o PT são responsáveis por fazer cumprir o jogo sujo do governo golpista dentro do estado de Minas Gerais.

Segundo informações a PM está até avançando dentro da universidade com centenas de policiais da tropa de choque. “Estão perseguindo estudantes dentro do campus e jogando bombas, o gás lacrimogênio chega até mesmo aos prédios dos laboratórios e salas de aula, isto é absurdo”, declarou Francisco, estudante de filosofia. Pammella, do Diretório Acadêmico da Biologia disse “o helicóptero está propositalmente espalhando o gás pela universidade, está impossível permanecer no campus e tem muita PM indo atrás da galera. Mas nós vamos ficar juntos e não vamos deixar de lutar!”.

A repressão aos estudantes secundaristas e universitários dentro da UFMG, que protagonizam dezenas de ocupações em defesa da educação e contra o governo golpista de Temer, é inadmissível. Que o PT não quer lutar contra a PEC 55 está claro; mesmo o político do PT, Jorge Viana, disse que não faria nada para barrar a PEC via Senado caso tivesse possibilidade e nesta quarta continuaram fazendo o jogo da direita. Porém, o governo de Minas é um exemplo especial, pois mostra os mesmos métodos de repressão, tão utilizados pelos governos tucanos de São Paulo e Paraná contra os estudantes que lutam, agora sendo aplicados pelos petistas contra a juventude na luta contra este ataque à educação e à saúde de toda a população e trabalhadores.

Abaixo a PEC 55 e os ataques à educação do governo golpista de Michel Temer do PMDB, que as organizações de estudantes como a UNE, a UBES, e as centrais sindicais como a CUT e CTB, dirigidas pelo próprio PT e seu aliado PCdoB, se pronunciem firmemente contra a repressão de seu governo, ou seguirão se calando sobre as absurdas repressões de Pimentel. Que as centrais e organizações dos estudantes organizem verdadeiras paralisações, organizadas com assembleias nos locais de trabalho e estudo, para permitir unificar a juventude aos trabalhadores e criar uma força capaz de barrar a PEC 55 pela luta!

Abaixo a repressão! Pelo direito à manifestação!

Veja mais fotos e vídeos abaixo:




Tópicos relacionados

UFMG   /    Educação   /    Belo Horizonte   /    Juventude

Comentários

Comentar