Negr@s

Absurdo: policiais agridem casal na Zona Oeste de SP

Vídeo que circula nas redes sociais mostra um casal de carroceiros sendo agredidos por policiais militares na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo.

segunda-feira 17 de junho| Edição do dia

Vídeo que circula nas redes sociais mostra um casal de carroceiros sendo agredidos por policiais militares na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo.

Fonte: G1

O vídeo mostra claramente os policiais dando socos e chutando o carroceiro, a mulher também foi agredida com chutes. Segundo testemunhas o carroceiro havia parado em frente ao supermercado para fazer compras, a policia foi chamada por uma cliente do supermercado que queria tirar o carro. A policia mostra mais uma vez seu comportamento repressor e autoritário e agride esse casal. O motivo pra eles não importa, querem exterminar a população pobre em sua maioria negra e tem apoio do Estado para isso.

Em nota a Policia Militar coloca que os policiais envolvidos foram afastados e serão investigados mas também diz que estavam respondendo a uma ocorrência porém existem descumprimento dos protocolos operacionais.

Sabemos muito bem o julgamento dos policiais, em casos como o de Amarildo ou mais recentemente Evaldo, os militares envolvidos já estão soltos. A investigação para policias é parcial, seletiva e a serviço do Estado. O discurso racista e elitista que sai da boca de muitos parlamentares faz coro com o "pacote anticrime" de Sergio Moro, que não tem nada de anticrime, mas sim de legitimar o genocídio da população negra e periférica.

Veja também:Justiça militar liberta os assassinos dos 80 tiros em Evaldo

Judiciário racista absolve assassinos de Amarildo, a 1 ano do crime político contra Marielle

A única saída para se enfrentar com as politicas anti trabalhadores do governo, para além das medidas de "segurança", a reforma da previdência e o constante ataque a direitos dos trabalhadores, é nas ruas. No ultimo período a juventude entrou em cena e trouxe consigo diversos setores de tralhadores, os atos contra os cortes na educação e contra a reforma da previdência, expressaram toda a disposição de luta da nossa classe.




Tópicos relacionados

violência policial   /    Negr@s

Comentários

Comentar