Cultura

JULGAMENTO LULA

Poesia contra a condenação arbitrária do Lula repercute nas redes

Rodrigo Tufão, poeta, metroviário de SP e colaborador do Esquerda Diário fez uma poesia que está viralizando hoje nas redes sociais sobre a condenação arbitrária de Lula, se manifestando a favor do direito do povo decidir:

Rodrigo Tufão

Metroviário, cipista da linha 1 Azul São Paulo

quarta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

Candido Portinari - "Operário"

O povo
Deve decidir
Cuspir
Sacodir
Aplaudir
Explodir
Contrair
Engolir
O povo
Deve ir
Voltar
Chorar
Sorrir
Amar
Sonhar
Partir
O povo
Deve construir
Destruir
Insurgir
O povo
Deve
Um soco
No político
Um murro
No juiz
O povo serve
As vezes
Ferve
Desperta
Se inquieta
Sente na pele
Na raiz

Acesse a página do artista no Facebook




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Poesia   /    Cultura

Comentários

Comentar