Petroleiros em greve confinados pelo TST em Cubatão são liberados

Os petroleiros estavam confinados já há uma semana por terem aderido à greve e paralisado mais de 90% da atividade graças a medida do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

sexta-feira 14 de fevereiro| Edição do dia

Nesta quinta, 13, a Justiça do Trabalho concedeu habeas corpus aos petroleiros em greve que estavam confinados dentro da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC) e na Usina Termelétrica Euzébio Rocha, ambas da Petrobrás, em Cubatão. Essa medida atende ao mínimo que poderia ser feito aos 45 trabalhadores que ficaram presos dentro da fábrica pela repressão da presidência da empresa e do governo.

Eles estavam confinados já há uma semana por terem aderido à greve e paralisado mais de 90% da atividade. Esse foi o motivo que o TST considerou conveniente para encarcerar 45 trabalhadores em luta. De acordo com o sindicato, eles teriam entrado no turno e cruzados os braços, para fazer parte da greve nacional que completa duas semanas hoje contra as demissões na FAFEN (Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobrás no Paraná). Os que já tinham sido liberados antes da medida do habeas corpus só saíram por questões de saúde.

Esse habeas corpus seria uma garantia da Constituição Federal pela locomoção de indivíduos que se encontra ameaçada e/ou restringida, não aborda o direito de greve dos trabalhadores. Não é aceitável que trabalhadores tenham ficado em cárcere por exercer seu direito de greve. O TST e o STF ataca o direito de organização e protesto coletivo.

A vitória dos petroleiros será uma vitória de todos trabalhadores e de toda juventude do país. É preciso que os sindicatos e centros acadêmicos em todo país tomem medidas em solidariedade à greve para ajudar a romper o cerco midiático a sua luta. Os petroleiros podem e precisam vencer. Contra a repressão à legítima greve dos petroleiros que sacode o país, o Esquerda Diário se coloca lado a lado aos trabalhadores para gritar em conjunto contra as demissões na FAFEN, a privatização e a entrega da Petrobrás, que querem Bolsonaro, Guedes, Judiciário e toda a corja golpista.




Tópicos relacionados

TST   /    Paulo Guedes   /    Governo Bolsonaro   /    Petrobras   /    Jair Bolsonaro   /    Privatização da Petrobras   /    Greve dos Petroleiros   /    Crise da Petrobrás

Comentários

Comentar