RACISMO

Pastor Silas Malafaia compactua com racismo de Willian Waack no Twitter

Silas Malafaia, o reacionário pastor da Assembleia de Deus, manda mais uma: além de destilar seu ódio contra homossexuais em sua conta do Twitter, agora é a vez de compactuar com o racismo do jornalista Willian Waack.

sábado 11 de novembro| Edição do dia

Que o pastor Silas Malafaia é um indivíduo de moral asquerosa nós já sabíamos. Mas ele quer nos convencer de que é ainda pior.

Além de ter seu nome envolvido em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro, o reacionário também já esbravejou homofobia nas redes, quando chegou a afirmar em sua conta do twitter a respeito de um beijo gay apresentado em uma animação da Disney que "A safadeza da Disney em querer erotizar e ensinar homossexualismo a crianças, chegou em seus desenhos.VAMOS DIZER Ñ PARA ESSES DEVASSOS." — Silas Malafaia (@PastorMalafaia) 1 de março de 2017

Desta vez, Malafaia passa vergonha em seu Twitter defendendo o jornalista Willian Waack, recentemente afastado da Rede Globo por ter um vídeo viralizado nas redes na qual vomita comentários racistas. No vídeo, o jornalista se refere a um carro buzinando do lado de fora do estúdio e diz "tá buzinando por que ô seu merda do cacete?" e, virando para seu colega, diz: "Sabe o que é né? É preto." E repete: "É coisa de preto." Os dois dão risada e Waack reafirma: "com certeza".
Sobre este episódio, o pastor Silas Malafaia postou em seu Twitter: "Acredito q William Waack fez uma brincadeira de mau gosto, mas ñ é racista.Quem nunca fez uma brincadeira de mal gosto? Atire a 1ª pedra".

Não é novidade que a os reacionários tratem racismo, machismo e lgbtfobia como "brincadeira" e "piada". Para estes, é normal fazer piada quando não são eles quem entram para as estatísticas de mortes ou agressões.

Racismo não é piada e não tem graça alguma. Suas expressões naturalizam e promovem violências de todos os tipos, e é preciso combatê-las todos os dias.




Tópicos relacionados

Tv Globo   /    twitter   /    Racismo

Comentários

Comentar