Política

Para aprovar reformas, Temer estoura orçamento de publicidade

A conta do marketing necessário para vender os ataques a classe trabalhadora como "remédios amargo", ou até mesmo como "modernizações" no caso da reforma trabalhista, saiu cara para o governo. Boa parte do orçamento anual que o governo dispõe para a propaganda, R$200 milhões, já foi gasta tentando fazer descer goela abaixo as nefastas reformas de seu plano de governo.

terça-feira 25 de julho| Edição do dia

O governo federal possui um orçamento de R$ 200 milhões para gastos com publicidade. Sedento por conseguir a aprovação dos ataques à classe trabalhadora que prometeu, o governo Temer já gastou boa parte do orçamento para todo o ano neste primeiro semestre.

Somente com a reforma da Previdência, que ainda irá para votação, o governo gastou metade desse orçamento. Dessa forma, segundo a Secretaria de Comunicação Social será necessário fazer um pedido de crédito suplementar.

Enquanto o governo de Temer se vale da retórica da crise, de que é necessário apertar os cintos para conter o gasto público, quando é do seu interesse não encontra dificuldade alguma para abrir os bolsos. Além de gastar sem parcimônias com propaganda em defesa de suas reformas, recentemente Temer também abriu a torneira das emendas parlamentares com o objetivo de comprar o apoio necessário para recusar a denúncia contra ele na Câmara.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar